Câncer tem cura. Previna-se

Impostômetro bateu recorde de R$ 2 trilhões nesta quinta-feira (29)

A cifra foi atingida com um dia de antecedência em relação ao ano passado

O "Impostômetro" da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes) registrou, nesta quinta-feira (29), às 21 horas, a marca de R$ 2 trilhões. O volume já havia sido registrado em 2015, mas nesse ano chega com um dia de antecedência, o que aponta crescimento na arrecadação de impostos e de tributos municipais, estaduais e federais pagos por cidadãos e empresas no País desde o dia 1º de janeiro de 2016.
Foto: Divulgação

Segundo o Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo (Ideies), essa arrecadação pode ser explicada pelo aumento da carga tributária, pelos recursos provindos de repatriação financeira, pelo aperfeiçoamento nos mecanismos de cobrança e pela inflação, uma vez que caíram a produção industrial e as vendas do comércio.

O presidente da Findes, Marcos Guerra, frisou como nos últimos anos os valores têm sido crescentes. "Em 2012, o 'Impostômetro' bateu recorde de R$ 1,5 trilhão e, em 2015, chegou, no dia 30 de dezembro, ao montante de R$ 2 trilhões. Isso demonstra que a arrecadação aumentou 33% em apenas três anos enquanto o PIB (Produto Interno Bruto) teve crescimento nulo de 0,07%", disse.
Tecnologia do Blogger.