Câncer tem cura. Previna-se

Cariacica distribui 20 toneladas de alimentos para 15 entidades e mais de 270 famílias

As 272 famílias em situação de vulnerabilidade social, cadastradas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros Porto Novo, Padre Gabriel, Campo Verde, Alto Mucuri e Campo Grande, receberam na última quinta-feira (12), cerca de 20 toneladas de gêneros alimentícios do Banco de Alimentos Josué de Castro, em Jardim América. A entrega dos alimentos é a primeira do ano e é resultado de uma parceria das secretarias de Desenvolvimento Social (Semdes) e de Agricultura e Pesca (Semap), por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

As famílias receberam uma variedade de alimentos, como frutas, legumes, folhas, chá, pão, fubá, inclusive, de qualidade orgânica, e até bolo caseiro. As entregas são realizadas quinzenalmente.
“Esta ação é maravilhosa, é uma graça que Deus nos dá, utilizando a Prefeitura. Tenho sete filhos, que são casados, e vivo sozinha. Como tenho problemas de saúde, não posso trabalhar e ainda não consegui me aposentar. Não sei como seria se não recebesse estes alimentos”, contou Thelma Maria de Almeida, de 62 anos, residente em Cariacica-Sede.
Por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) a Semap compra gêneros alimentícios diretamente de produtores da agricultura familiar de Cariacica e depois os doa a 15 entidades socioassistenciais do município (Reame, Apae, Casa de Apoio, Orfanato Cristo Rei, entre outras) e às famílias cadastradas pelos CRAS, por meio do Banco de Alimentos/Semdes. As entidades receberam os alimentos na quarta-feira, 11.
Desempregados
É a quarta vez que a dona de casa Yane Ferreira de Jesus, de 35 anos, vai ao Banco de Alimentos. Mãe de três filhos, a mais nova de apenas dois anos, Yane contou que tem vivido graças ao que recebe do banco e do Cras.
“Eu e meu marido, que é pedreiro, estamos desempregados há mais de dois anos e agora ele vive de bicos. Mas não tem aparecido muita coisa para se fazer. Morávamos de aluguel e tivemos que sair depois de ficarmos quatro meses sem pagar ao proprietário. Mas graças a Deus meu sogro nos deixou morar em uma casa de dois cômodos em Cariacica e assim não fomos parar na rua. Ainda bem que recebemos esta ajuda, porque a nossa situação está difícil”, comentou Yane.
Atendimentos
Os recursos do PAA são na ordem de R$ 1.137.000,00 e depositados diretamente na conta do agricultor. São 300 agricultores cadastrados no programa, sendo 230 do município de Cariacica e 70 de outros municípios, como Iconha, Santa Leopoldina e Domingos Martins. “Compramos em outros municípios alimentos que não são produzidos pelos agricultores de Cariacica. Realizamos cerca de 30 mil atendimentos por ano, entre entidades e famílias em vulnerabilidade social”, explicou Antônio Cesquin, secretário de Agricultura e Pesca.
A secretária de Desenvolvimento Social, Cristina Elmor, informou que a próxima entrega será no dia 25 de janeiro com previsão de distribuir cerca de 30 toneladas de alimentos. “A Prefeitura entrega vários produtos, desde verduras e ovos caipira, a iogurtes e ricota. Beneficiamos os agricultores, entidades e às famílias”, resumiu.
Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)
Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma ação do Governo Federal para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar. Para isso, o programa utiliza mecanismos de comercialização que favorecem a aquisição direta de produtos de agricultores familiares ou de suas organizações, estimulando os processos de agregação de valor à produção.
Tecnologia do Blogger.