Donas de canil clandestino são presas por suspeita de maus tratos com animais

Duas mulheres foram presas, nessa terça-feira (21), por policiais da Delegacia de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural, sob a responsabilidade do delegado Maurício Gonçalves. Letícia Medeiros de Oliveira (21) e Nicole Presotti (48) são suspeitas de maus tratos a animais.

De acordo com o delegado, L.M.O. e N.P.C. são proprietárias do Canil Blue Point, no município de Vila Velha. “Em diligência até o local verificamos que as suspeitas não tinham licença ambiental para exercerem a atividade de canil. Elas receberam voz de prisão e foram conduzidas para a Delegacia”, contou.

O delegado explicou que, em relação aos maus tratos com os animais, as suspeitas não foram pegas em situação flagrancial do crime, mas afirmou que o caso vai continuar a ser investigado.

As suspeitas assinaram um Termo Circunstanciado pelo crime do Art. 60 da Lei de Crimes Ambientais: Construir, reformar, ampliar, instalar ou fazer funcionar, em qualquer parte do território nacional, estabelecimentos, obras ou serviços potencialmente poluidores, sem licença ou autorização dos órgãos ambientais competentes, ou contrariando as normas legais e regulamentares pertinentes. Elas foram liberadas e responderão o processo em liberdade.
Tecnologia do Blogger.