Câncer tem cura. Previna-se

Exposição na Casa do Cidadão marca o dia de combate à discriminação racial

Teve início nesta terça-feira (21), a exposição "Empoderar e Enegrecer", o evento acontece na Casa do Cidadão. A mostra, que vai até o dia 31 de março, faz parte do Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial.
A exposição será feita com fotos, cartazes e frases de pensadores ligados à temática do movimento negro e estará aberta ao público das 12 às 19 horas, no auditório Alexandre Martins de Castro Filho. Durante a exibição, haverá também distribuição de material com informações históricas de como foi iniciada a luta pelo fim da desigualdade racial. Entre os temas abordados, estão combate ao racismo, o lugar da mulher negra na sociedade e racismo institucional e religioso.
O objetivo é chamar atenção para o preconceito ainda existente na sociedade e trabalhar questões raciais por meio do empoderamento do negro.
A assistente social da Gerência de Políticas de Promoção de Igualdade Racial da Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos (Semcid) Maria Anita destacou a importância do evento para fortalecer a discussão em torno do tema.

Massacre

Anita lembrou que a data é uma lembrança do dia 21 de março de 1960, em Joanesburgo, capital da África do Sul, quando 20 mil negros protestavam contra a lei que os obrigava a portar cartões de identificação, identificando os locais por onde poderiam circular.
Mesmo sendo uma manifestação pacífica, o exército atirou contra a multidão, matando 69 pessoas e ferindo outras 186. O ato ficou conhecido mundialmente como o Massacre de Shaperville.
"Essa é uma data significativa porque lembra o massacre. O povo precisa saber que os negros sempre lutaram por essa igualdade, já que não existe esse memória. E o objetivo dessa exposição é exatamente esse, socializar a informação e levar o conhecimento ao público", disse.
Tecnologia do Blogger.