Câncer tem cura. Previna-se

Idosos e familiares optam por residência assistida por ter melhor custo benefício

A vantagem é que nos lares compartilhados de idosos há acompanhamento 24 horas por dia de equipe especializada, alimentação balanceada, prática de exercícios físicos, participação em atividades artísticas e culturais, e a oportunidade de socialização

Tão natural quanto envelhecer é constatar que o avançar da idade traz para todas as pessoas novas necessidades. Seja de cuidados, seja de remédios, idosos em geral exigem mais acompanhamentos, que refletem diretamente no aumento do custo de vida. Buscando soluções para essa fase, muitos idosos e seus familiares têm optado por contratar serviços de residências assistidas por terem mensalidades inferiores aos valores para manter uma casa particular, porém com vantagens significativas para a qualidade de vida deles.
De acordo com a diretora administrativa-financeira da Jequitibá Residência Assistida, Ana Carolina Dalla Bernardina, para fazer uma boa análise da questão do ponto de vista financeiro é importante listar as despesas envolvidas no dia a dia do idoso, de acordo com as necessidades específicas. Se ele já apresenta diminuição das capacidades físicas e cerebrais, acometimento de doenças degenerativas e crônicas como hipertensão, reumatismo, Alzheimer, artrose, etc., provavelmente já serão necessários cuidadores diurnos e noturnos. “O salário mensal desse profissional na Grande Vitória varia em torno de R$ 937,00, além dos encargos sociais e trabalhistas. Contando com quatro profissionais, dois cuidadores de dia e dois à noite, em escala de plantão, o custo mensal com eles seria de R$ 6.106,62", conta.

Além do cuidador, para limpeza da casa e preparação das refeições é necessário um empregado doméstico, que também recebe em torno de um salário mínimo e, com encargos, gera uma despesa mensal de R$ 1.350,00. Acrescente ainda valores como aluguel, condomínio, IPTU, supermercado, água, luz e gás, e não esqueça de contabilizar o tempo e a dedicação para administração dos empregados, pagamento de contas, realização de compras, entre outras obrigações.

Estima-se que somente os custos relacionados acima fiquem aproximadamente em R$ 9.500,00, sendo que a mensalidade cobrada por alguns lares de idosos gira em torno de R$ 7 mil para quartos duplos (com um acompanhante do mesmo sexo).

Vantagens
Apesar da análise financeira ser algo relevante, a decisão do idoso e da família sobre a contratação do serviço ainda precisa passar por outros aspectos, como a observação das vantagens oferecidas nesses lares. Em geral, no modelo de residência assistida, é oferecido acompanhamento 24 horas por dia de equipe especializada, alimentação balanceada, prática de exercícios físicos, participação em atividades artísticas e culturais, e a oportunidade de socialização para evitar problemas de depressão tão comuns em idosos.

Apesar das casas darem assistência completa, a presença regular da família continua sendo fundamental para a saúde psicológica do idoso. Segundo Ana Carolina, esse convívio é bastante estimulado na residência assistida que ela administra. “Os familiares podem visitar os nossos hóspedes em qualquer horário, sem agendamento. Verificamos que praticamente todos recebem visitas diárias de filhos, netos, sobrinhos, irmãos. Também realizamos frequentemente atividades de integração com a participação ativa dos familiares”, relata.

A diretora Ana Carolina orienta ainda que os familiares reflitam sobre o tempo que têm para dedicar ao idoso de acordo com a rotina diária dos membros da família. Talvez os filhos tenham oportunidade de se revezar no cuidado durante as noites, mas precisem de apoio na parte do dia. Para isso também existe a modalidade de Centro-Dia, que funciona em turnos de 6, 9 ou 12 horas por dia, de segunda a sexta-feira. “Ele passa o dia, desfruta de todas as nossas atividades e da convivência com outros idosos, mas dormem em casa”, orienta.
Tecnologia do Blogger.