Câncer tem cura. Previna-se

Mais de 1.200 armadilhas para mosquito da dengue na Serra

A prefeitura da Serra vai instalar 1.286 unidades inteligentes, que serão alocadas em regiões de comércio e na residência da população serrana. A Serra é o município que mais vai implantar armadilhas de combate ao Aedes aegypti em todo o Estado.
A Secretaria Municipal de Saúde informa que a cidade já foi mapeada e que está prevista a realização do método de avaliação do mosquito na próxima semana, para saber o índice de infestação. O método é pré-requisito para iniciar o monitoramento inteligente e preventivo na cidade.
Com as armadilhas, os agentes de endemias vão poder contabilizar os mosquito através de smartphones. Os dados serão enviados pela internet e isso vai permitir o monitoramento, em mapas, dos locais com a maior incidência do mosquito.
O gerente municipal da vigilância ambiental em saúde, Gilberto Mário dos Santos, destaca que o sistema de combate ao mosquito já é feito pela prefeitura em pontos estratégicos e que o mapeamento das áreas de infestação também são feitas de três em três meses.
“O que vai mudar é que, ao implantar esse sistema inteligente, as informações coletadas vão produzir resultados rápidos e orientará a equipe de agentes no combate ao mosquito Aedes aegypti. As informações sobre a infestação do mosquito e a circulação dos vírus da dengue, da zika e da chikungunya serão coletadas em tempo real”, destacou.
A Secretária Municipal de Saúde, Andréia Passamani, ressalta que as armadilhas são um instrumento importante de combate ao mosquito, mas, é preciso que cada um faça a sua parte para eliminar os criadouros. “Todos nós devemos fazer a nossa parte”, frisou.
O monitoramento dos dados será feito pela empresa desenvolvedora do monitoramento inteligente, município de Serra e governo do Estado.
Onde vão ser instaladas as armadilhas?
As armadilhas podem ser instaladas em locais de fácil acesso e maior concentração de pessoas, como igrejas, unidades de saúde, hospitais, rodoviárias, centros comunitários, escolas e imóveis de pessoas com histórico de fácil acesso às vistorias dos agentes comunitários de endemias.
Dicas de prevenção
- Mantenha fechadas as tampas de vasos sanitários e de ralos pouco usados. 
- Se for viajar, feche também os ralos dos banheiros e a tampa dos vasos sanitários. 
- Deixe o quintal sempre bem varrido, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas, sacolas plásticas, etc.
- Tampe tonéis, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água.
- Certifique-se de que as lonas de cobertura estejam bem esticadas para não haver acúmulo de água.
- Não deixe acumular água nos pratos de plantas. 
- Coloque garrafas vazias de cabeça para baixo;
- Se tiver pneus no quintal, mantenha-os secos e abrigue-os em local coberto. 
- Antes de viajar, tire a água dos pratos de plantas e guarde a vasilha de água e de comida de animais de estimação.
- Escolha um dia fixo na semana para fazer eliminação dos focos.

Denúncia:
Disque Dengue
Horário de funcionamento: das 7h30 às 17 horas.
Telefone: (27) 3228-5394.
Denúncia: É importante denunciar locais com foco de mosquito; acúmulo de materiais de ferro velho, piscinas abandonadas.
Tecnologia do Blogger.