MPES usa WhatsApp para ouvir vítima

Uma nova prática adotada pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Guarapari, trouxe mais celeridade às comunicações e às realizações dos atos processuais. Após o não comparecimento de uma das vítimas à audiência criminal em Guarapari, o promotor de Justiça teve a iniciativa de ligar para a mesma, que estava em outro Estado. A pedido do MPES, a juíza e a defesa aceitaram fazer a oitiva por meio do WhatsApp. E obtiveram sucesso.

O promotor de Justiça Fábio Langa Dias destacou a possibilidade que a rede social oferece de agilizar o andamento dos processos. “Abre precedentes, quebra paradigmas e não precisa de equipamento para realizar videoconferência e licença de software”, ressaltou.​
Tecnologia do Blogger.