Câncer tem cura. Previna-se

Nutricionista dá dicas para alimentação saudável no ambiente escolar

Alimentar-se de forma saudável contribui para uma vida mais duradoura e com qualidade. Uma alimentação balanceada ajuda a nos manter ativos para realizar as tarefas do dia a dia e melhora até o humor, além de ser fundamental para o desenvolvimento físico e cognitivo da criança.
Segundo a nutricionista da Secretaria Municipal de Educação (Seme) Márcia Cristina Moreira Pinto, uma alimentação saudável é aquela que reúne todas as substâncias químicas de que o corpo precisa para funcionar corretamente. Requer variedade de ingredientes em todas as refeições, moderação e equilíbrio entre carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais.
Na escola, isso se torna ainda mais relevante, já que é um espaço apropriado para a formação de hábitos saudáveis. Bons exemplos fazem toda a diferença na promoção da alimentação saudável. Por isso, a importância de criar ações focadas nas crianças, nos pais, nos funcionários e assim por diante. “Em idade escolar, todos querem os mesmos alimentos que os colegas. O ideal é sempre proporcionar uma oferta saudável, oferecendo um cardápio nutritivo e atraente", explicou.
Mas o que seria um cardápio saudável?
  • Frutas: são fontes de vitaminas, potássio, fibras e bioflavonoides (pigmentos com propriedades antioxidantes). O ideal é consumir duas vezes ao dia.
  • Cereais: ricos em fibras, os cereais ajudam a manter baixo o nível de colesterol ruim, melhoram o trânsito intestinal e garantem a sensação de saciedade por um longo tempo.
  • Pães e torradas: oferecem energia para o organismo por serem ricos em carboidratos, que dão a sensação de saciedade. A dica é optar por pães e torradas que contenham farinhas integrais.
  • Sucos, água e água de coco: hidratar-se é fundamental. Dê preferência à água de coco e aos sucos naturais ou de polpa.
  • Leite e derivados: contam com altas doses de cálcio, fundamental para os ossos. O iogurte natural traz ainda mais proteínas. O queijo branco tem mais cálcio que o leite. E nos queijos amarelos, sobram as vitaminas A e D.
  • Verduras e legumes: importantes fontes de carboidratos, fibras, água e vitaminas. As folhas das verduras contêm clorofila, que limpa e oxigena o sangue. As de cor mais intensa (verde escura) são abundantes em ácido fólico, importante antianêmico, além de serem boas fontes de cálcio, fósforo e ferro.
  • Proteínas: ajudam, principalmente, na formação dos músculos, ossos, pele e cabelo. Além disso, melhoram o sistema imunológico e evitam alterações hormonais.
Vilões da alimentação
Você os conhece? Pobres em nutrientes e ricos em gordura, sódio e açúcar, os produtos industrializados, por serem mais baratos e práticos, acabam tendo livre acesso dentro de muitas famílias.
  • Salgadinhos e frituras: altos índices de sódio, que podem provocar a elevação da pressão arterial. Já as frituras têm muita gordura, que colabora para o ganho de peso.
  • Refrigerantes e sucos artificiais: bebidas com alto teor de açúcar são pobres em fibras e micronutrientes. Contêm aditivos (como os corantes) e sódio.
  • Biscoitos recheados: como quase todos os alimentos desse grupo, têm muitas calorias, açúcar e gorduras e poucas fibras e micronutrientes
  • Balas, pirulitos e chicletes: são alimentos com pouco ou nenhum valor nutricional e elevado teor de açúcar. O excesso de açúcar eleva os níveis de colesterol e pode provocar problemas cardíacos.
Diante de todas essas informações, a nutricionista dá algumas dicas:
  • fazer combinados com o filho na hora de preparar o lanche de casa, inserindo sempre alimentos saudáveis em vez de produtos industrializados.
  • checar os rótulos dos produtos antes de comprá-los para ver a composição de ingredientes.
  • optar por fazer compras nas feiras livres
  • fazer sua própria refeição

Merenda escolar

André Sobral
Nutricionistas da SEME
Alimentos oferecidos nas escolas compõem cardápios balanceados com frutas, verduras, proteínas, vitaminas e minerais(Ampliar imagem)
O acesso à alimentação escolar de boa qualidade é um direito constitucional e uma das prioridades de Vitória. Os alimentos oferecidos nas escolas compõem cardápios balanceados e superam a média de necessidades nutricionais recomendada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os cardápios são modificados a cada mês e preparados por nutricionistas. Veja aqui.
A merenda escolar visa atender boa parte das necessidades nutricionais diárias das crianças durante sua permanência na escola, contribuindo para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes.
"Na educação básica pública, o cardápio é saudável e balanceado, seguindo uma legislação específica. Todas as frutas, legumes e verduras são fornecidas por cooperativas dos agricultores familiares de diversos municípios, como Domingos Martins, Iconha, Santa Maria de Jetibá e Alfredo Chaves. É muito importante zelar pela qualidade dos produtos desde a compra até a distribuição nas escolas, prestando sempre atenção nas boas práticas sanitárias e de higiene para que as crianças possam obter uma boa alimentação”, ressalta Márcia Cristina Moreira Pinto.

Restrição alimentar

Para as crianças que possuem qualquer tipo de restrição alimentar, a família deve entregar um laudo médico na escola para que, então, seja feita uma adaptação no cardápio dessa criança.

Lanchinho

No caso do lanchinho que é mandado de casa, o que ocorre em várias escolas particulares, a nutricionista indica levar um suco natural, uma fruta e um sanduíche natural. Mas deve-se ficar atento quanto a qualidade e quantidade. O ideal é consumir alimentos variados, respeitando as quantidades de porções recomendadas para cada grupo de alimentos. Ou seja, comer de tudo um pouco.
Com a necessidade de prevenir doenças como obesidade, hipertensão e diabetes, é importante que a pessoa tenha um acompanhamento com um nutricionista, para que este possa fazer um atendimento individualizado. Para os que não têm plano de saúde ou não têm condições de pagar uma consulta particular, fique sabendo que as faculdades que têm o curso de nutrição prestam atendimento gratuito à comunidade, visando à melhoria da qualidade de vida.
Tecnologia do Blogger.