Câncer tem cura. Previna-se

Policiais civis prendem suspeito de matar a ex-esposa em Linhares

A equipe da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Linhares e da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) prendeu, na sexta-feira (10), J.C.G.S., de 43 anos, suspeito de assassinar a própria esposa. O crime foi cometido, na última quarta-feira (08), no Dia Internacional da Mulher. Maria Aparecida Queiroz da Conceição de Souza foi morta pelo ex-marido com golpes de faca.   

J.C.G.S. foi detido por meio de mandado de prisão decretado pela 1ª Vara Criminal de Linhares.  Segundo o titular da DCCV, delegado André Jaretta, o suspeito se apresentou na Delegacia acompanhado de um advogado e confessou o feminicídio.

“O casal estava junto há mais de 20 anos. Durante o depoimento, o suspeito alegou que há um mês começou a desconfiar da traição da mulher e que, por isso, eles teriam discutido e ele a ameaçou. Em razão disso, ela procurou a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, registrou o boletim de ocorrência e solicitou a medida protetiva que foi concedida pela Justiça”, afirmou.

Com a medida protetiva, J.C.G.S. foi obrigado a sair de casa. “Após sentir falta da mulher e da família, no dia do crime, o suspeito foi até seu endereço, pulou o muro da casa e pediu para reatar o relacionamento, bem como voltar para casa, mas a vítima negou a reconciliação. Assim, em um momento de fúria, ele pegou uma faca na cozinha e deu vários golpes na ex-esposa. Em seguida, fugiu para a Bahia. Apesar dos argumentos apresentados, as investigações demonstram que ele planejou toda sua execução e inclusive a fuga”, contou o delegado.

J.C.G.S. foi indiciado por feminicídio e encaminhado ao Presídio Regional de Linhares (PRL). “Se for condenado, poderá pegar até 30 anos de prisão”, concluiu o delegado
Tecnologia do Blogger.