Câncer tem cura. Previna-se

14º Caminho do Imigrante de Santa Leopoldina e Santa Teresa acontece em maio

Foto: site Caminho do Imigrante

Um dos mais tradicionais eventos do Estado, o Caminho do Imigrante chega este ano a sua 14º edição. A caminhada acontece na manhã de 1º de maio de 2017. Além de refazer os passos dos imigrantes italianos – que desbravaram estas terras –, a caminhada é cheia de encantos, um convite para toda a família. Ao todo são cerca de 28 km margeando as matas, vilarejos e belíssimas paisagens.

Esse ano a caminhada tem algumas novidades, como a mudança de alguns trechos do percurso, para tornar o momento ainda mais agradável. "Era a parte da caminhada mais complicada e cansativa. Agora, vamos passar por uma estrada cujo atalho fica no 20º Km, (3,2 Km antes do asfalto). É a estrada de Valsugana Velha, onde se instalaram os primeiros italianos. A chegada do novo percurso será exatamente na montanha atrás do hospital e do Centro de Eventos, onde termina a caminhada. Do alto, os participantes poderão vislumbrar toda a cidade de Santa Teresa. Em um trecho desse novo percurso existe um trilha de aproximadamente 1.500 metros por onde não será possível transitar com qualquer tipo de veículo. Ou seja, menos incômodo para os caminhantes. Além disso, o novo percurso tem mais sombra e água fresca. A paisagem é belíssima! Sem dúvida a caminhada ficará ainda mais emocionante!"

E para aqueles que querem curtir cada segundo do 14º Caminho do Imigrante, as inscrições já estão abertas, no site do evento www.caminhodoimigrante.es.gov.br. 
O Caminho do Imigrante é uma parceria entre as Secretarias Municipais de Cultura e Turismo de Santa Leopoldina e Santa Teresa, com o apoio do Arquivo Público do Estado.



É fundamental o uso de roupas leves e confortáveis, chapéus, bonés e filtro solar. Recomenda-se levar garrafinhas para a hidratação durante o percurso. 

Saiba mais! 
O Caminho do Imigrante foi idealizado durante o desenvolvimento do Projeto Imigrantes, do Arquivo Público do Estado do Espírito Santo. Nasceu de uma necessidade de se ampliar o conhecimento sobre a história da imigração no Estado, praticando os mesmo trajetos percorridos pelos camponeses imigrantes que aqui chegaram desde o início do Século XIX. 
Tecnologia do Blogger.