Aracruz em 100 dias de gestão


Tendo assumido o governo no dia 1º de Janeiro de 2017, o Prefeito Jones Cavaglieri completou no dia 10/04/2017, 100 dias de gestão. A data é considerada um marco tradicional para o primeiro balanço das realizações e desafios a serem superados. Um levantamento junto às principais secretarias mostra que o trabalho vem sendo feito diariamente, atuando em várias frentes, priorizando os problemas mais urgentes da cidade, sem perder de vista a austeridade que a situação financeira do momento exige.
As soluções que Aracruz precisa não vão surgir num passe de mágica, de uma hora para outra. Acontecerão com trabalho sério e a decisão firme de resolver os problemas, que não começaram em janeiro de 2017 e nem poderiam terminar agora em abril. A nova administração completa cem dias, nesse período, várias ações em desenvolvimento devem garantir em breve serviços mais eficientes e de melhor qualidade.
“Foram cem dias de muito trabalho, concentramos forças para solucionar os problemas mais graves que encontramos, começamos a buscar recursos e investimentos, retomamos obras, consertamos equipamentos que são essenciais para os serviços, consolidamos parcerias e já prestamos diversos atendimentos a população.”, destacou o prefeito Jones Cavaglieri, que ressalta ainda “que poucas vezes em sua história Aracruz enfrentou uma situação tão delicada como a encontrada no início de 2017. Em contrapartida, poucas vezes a cidade exigiu tanto senso de responsabilidade, competência de gestão e esforço de toda a Prefeitura para superar as dificuldades”.
Logo nos primeiros dias, foi realizada uma auditoria geral na prefeitura que diagnosticou irregularidades nos seguintes contratos: limpeza pública, videomonitoramento patrimonial, ambulâncias, caminhões pipa e fossa e iluminação pública.
Visando a economia e integração de serviços, a gestão realizou a junção de três secretarias, são elas: Obras com a Habitação, Desenvolvimento Econômico com o Planejamento, Orçamento e Gestão e a secretaria de Comunicação com o Governo.
O governo municipal tem o objetivo de não utilizar cerca de 30% dos cargos comissionados, visando assim, enxugar as despesas e valorizar o servidor de carreira. Cumprindo um número muito maior do que a meta, a gestão já poupou diretamente, nestes três meses, R$ 1,8 milhão de reais ao contribuinte aracruzense.
Um dos grandes desafios desta gestão será trabalhar com uma receita reduzida, devido a crise financeira vigente no país. Neste primeiro trimestre a queda na arrecadação foi aproximadamente de 10 milhões em relação ao orçamento previsto para o período.
Tecnologia do Blogger.