Jayme Itinerante aproveita Dia da Família na Escola para falar sobre doação de órgãos

Foto: Assessoria de Comunicação/HEJSN

O Projeto Jayme Itinerante dá continuidade as suas atividades, nesta terça-feira (11), com o tema doação de órgãos. O encontro com os estudantes acontece a partir das 8 horas, na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Clóvis Borges Miguel, no bairro Santo Antônio, na Serra. A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves preparou um material explicativo sobre o tema.

“Preparamos um material bem completo sobre o assunto. Como diagnosticar o paciente apto para doação, o processo de entrevista com a família, a doação em si e o acompanhamento que a família doadora deve receber ao final. A conscientização desses adolescentes é muito importante porque eles se tornam disseminadores da informação”, destacou a coordenadora da CIHDOTT do Hospital Dr. Jayme, Rosemery Erlacher.

Para o encontro, a escola preparou uma programação especial que envolve todas as famílias dos alunos. De acordo com o calendário escolar do Estado, no dia 11 de abril é comemorado o Dia da Família, por isso, uma agenda que reúne pais e filhos.

“A expectativa é levar conhecimento e difundir a importância da doação de órgãos para um público de mais de 120 pessoas. Mais uma vez queremos sair dos nossos muros e discutir com a comunidade assuntos relevantes, tornando essas pessoas multiplicadoras dessas informações”, destacou Marta Almeida, coordenadora de Projetos Sociais do Hospital Dr. Jayme. 

Histórico

Essa será a quinta vez que o tema doação de órgãos é abordado no projeto. A primeira foi na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Profª Amélia Loureiro Barroso, em Enseada de Jacaraípe, também na Serra. O encontro, que aconteceu em dezembro de 2014, reuniu 40 alunos e teve a participação especial de um transplantado. A palestra sobre doação de órgãos foi ministrada pelo presidente da Associação Pró-Vidas Transplantes, Adauto Vieira de Almeida.

O palestrante descobriu, no ano de 2000, que era portador da hepatite C em estado avançado. Após dez meses de tratamento com dois medicamentos, ele precisou ir para a fila de transplantes de fígado. Em 2007, já desacreditado pelos médicos, foi no Espírito Santo que Adauto conseguiu um fígado compatível e realizou o transplante.

Hoje, ele dedica a vida contando sua experiência e explicando a importância de doação de órgãos. Mais do que isso, a importância em discutir sobre o assunto com a família, pois é ela quem decide se a doação pode ou não acontecer.

Na época, a estudante Juliana dos Santos descobriu as facilidades do processo de doação e saiu convencida de levar a informação à família. “Não sabia que era assim que acontecia a doação de órgãos e parece mais fácil do que a gente imagina. Quero conversar com a minha família, quem sabe eu também não posso salvar a vida de alguém como aconteceu com o palestrante”, contou.

Projeto Jayme Itinerante

O Projeto Jayme Itinerante nasceu em junho de 2014 com o objetivo de informar, tirar dúvidas e conscientizar meninos e meninas de escolas públicas do município sobre temas importantes, como acidentes que podem gerar queimaduras graves, doação de órgãos e gravidez na adolescência.
Projeto Jayme Itinerante – Doação de Órgãos
Data: 11 de abril de 2017 (terça-feira)
Horário: a partir das 8 horas
Local: EEEFM Clóvis Borges Miguel
Tecnologia do Blogger.