Muqui: Governo autoriza reforma de escola e município adere ao Pacto pela Aprendizagem no ES


Ações para melhoria da qualidade da educação capixaba. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), realizou, na tarde desta sexta-feira (07), uma solenidade de assinatura do termo de adesão do município de Muqui ao Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) e também de assinatura da ordem de serviço para reforma e ampliação da Escola Estadual Marcondes de Souza, em Muqui.
Reforma e ampliação da escola Marcondes de Souza
O prédio da Escola Estadual Marcondes de Souza situa-se no sítio histórico de Muqui, sendo referência de patrimônio arquitetônico da cidade. O imóvel foi adquirido, da Prefeitura Municipal, pelo Estado em 1915, mas somente em 1940 foi inaugurado.
Com a realização da reforma e ampliação, a unidade escolar irá aderir ao modelo mais moderno adotado pela Sedu. O projeto foi aprovado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), por se tratar de um patrimônio histórico.
Durante a solenidade, o governador em exercício, César Colnago, lembrou da importância histórica da escola Marcondes de Souza. "Tenho certeza de que no coração de cada um dos cidadãos de Muqui existe um pedaço desta escala e o sentimento de amor pelo tempo de vivência e aprendizagem. A melhor construção que estamos fazendo não é a obra física, mas a construção cotidiana do ser humano por meio das oportunidades de aprendizagem com qualidade".
A nova unidade vai contar com: 11 salas de aula, laboratório de informática, laboratório de ciências, sala de leitura, sala dos professores, secretaria, sala do pedagogo, sala do diretor, área de serviço, área externa, banheiro de alunos, banheiro exclusivo para professores, banheiro exclusivo para funcionários, sala de educação especial, área externa, quadra poliesportiva, adequações de acessibilidade para cadeirantes, refeitório e cozinha.
“Desde 2011 que estamos sonhando com a oportunidade de oferecer oportunidades melhores para os alunos. A comunidade está festiva, pois é um momento muito esperado. A escola é um patrimônio histórico e muito querida por todos. Nós, professores, funcionários e alunos, só temos que agradecer ao Governo do Estado pela parceria”, ressaltou a diretora da escola, Edna Silva Freitas.
A obra de reforma e ampliação da unidade escolar será realizada em parceria com o Instituto de Obras Públicas do Espírito Santo (Iopes), com investimento de R$ 2.171.501,59.
“A escola Marcondes de Souza faz parte de um conjunto de escolas de arquitetura marcante de uma época. Nós produzimos, da última vez que fui secretário, um livro sobre arquitetura escolar. Queremos melhorar a educação, mas preservando a história. Queremos um belo prédio que atenda futuramente os estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental”, destacou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.
A Escola Estadual Marcondes de Souza atende 400 alunos, nos três turnos, sendo estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental e da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA). Atualmente, a escola funciona em espaço na antiga área da escola Avides Fraga, localizado à Rua José Galdino Coimbra, bairro Boa Esperança.

Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes)
A melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes da educação básica no Espírito Santo, envolvendo domínio de competências como leitura, escrita e cálculo adequado à idade e ao nível de escolarização, é o principal objetivo do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes).
“O Estado é o único responsável pelo ensino médio, atendemos 85% dos alunos do Espírito Santo. Os programas ‘Jovem de Futuro’ e ‘Escola Viva’ foram destaques nos primeiros anos de governo, pois nosso foco era o ensino médio. Agora, estamos dando prioridade também para as creches, ensino infantil, pré-escola e ensino fundamental. A decisão é ter outro programa forte na educação. O Pacto é um compromisso do governo em colaborar com o município para melhoraria da educação em Muqui. Além disso, queremos cuidar de todo ciclo educacional das nossas crianças”, enfatizou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.
Com adesão dos municípios ao Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), envolvendo a união de esforços entre o Governo do Estado, as prefeituras, a sociedade civil e a iniciativa privada, ações serão desenvolvidas focadas nas salas de aula, que resultem em avanços significativos de aprendizagem dos estudantes do ensino fundamental.
As principais metas do Pacto são que 100% dos municípios façam a adesão até o final de 2018 e que as metas do Plano Estadual de Educação também sejam alcançadas.
O Pacto está estruturado em três áreas de atuação: Apoio à Gestão – que envolve a instituição formal do Pacto e a estrutura necessária para o seu funcionamento; o Fortalecimento da Aprendizagem – que se relaciona à padronização de currículo e material didático no ensino fundamental, formação de professores e gestores escolares, monitoramento/avaliação da aprendizagem, estímulo e valorização da produção literária local e leitura dos estudantes e incentivos à melhoria de resultados nas redes de ensino; e também a Infraestrutura e Suporte – que propõe estratégias para suprir demanda por educação infantil e organização das redes visando à otimização de recursos e potencialização de resultados.
Tecnologia do Blogger.