Policiais civis prendem quatro pessoas e apreendem seis armas no Norte do Estado

Quatro suspeitos, entre eles dois apontados como autores de homicídios, foram presos nesta quarta-feira (05), durante uma operação policial realizada pelas equipes da 16ª Delegacia Regional de Linhares, com o apoio da 15ª Delegacia Regional de Colatina, da Delegacia de Polícia (DP) de Aracruz, da DP de Sooretama e dos policiais do Grupo de Operações Táticas (GOT) da Polícia Civil.
Durante a ação, que foi realizada nos bairros Canivete, Santa Cruz, Jocafe, Planalto e Shell, em Linhares, e em alguns municípios limítrofes, também foram apreendidas seis armas, drogas e produtos diversos. “Essa foi a primeira fase da “Operação Náufrago”, que visou cumprir vários mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar, relacionados a indivíduos envolvidos em homicídios, tráfico de drogas e roubos na região de Linhares e municípios limítrofes”, afirmou o responsável pela operação, delegado André Jaretta Ardison.

J.L.A., de 34 anos, foi detido no Bairro Canivete e, segundo o delegado, ele possuía mandado de prisão por homicídio e estava foragido do sistema penitenciário. “No momento da prisão estava em poder de dois revólveres calibre 32”, disse o delegado. O outro suspeito que também possuía mandado de prisão por homicídio é D.S.S., 21 anos, preso no Bairro Planalto. Segundo o responsável pela operação, no momento da prisão, o detido estava com uma espingarda calibre 38, adaptada com carregador e com um revólver calibre 38.

Os outros dois detidos são W.R.G., de 19 anos, e S.G.R., de 18 anos. O primeiro foi preso, em flagrante, no bairro Shel, com um revólver calibre 38, e o segundo também foi detido, em flagrante, com uma espingarda calibre 36, no bairro Canivete.

“Essa operação é fruto do trabalho investigativo da Polícia Civil em crimes ocorridos no ano de 2017. Outros suspeitos também procurados não foram encontrados, mas vamos persistir até prendê-los”, garantiu André Jaretta Ardison.
Tecnologia do Blogger.