Verão 2017: turistas permanecem mais tempo no Espírito Santo

Os turistas que visitaram o Espírito Santo na Alta Temporada de 2017 esticaram a estada em terras capixabas em média 12,3 dias. Em 2016, o tempo médio de permanência dos turistas foi em 11,9. Os dados são da Pesquisa de Fluxo Turístico de Alta Temporada da Secretaria de Estado do Turismo (Setur) por meio do Observatório do Turismo.
A pesquisa rastreou o perfil dos turistas que vieram ao Espírito Santo, observando principalmente local de origem, forma de organização da viagem, avaliação dos passeios e dos destinos escolhidos, lugares que visitou e gasto médio durante a permanência.
Foram entrevistadas 1.560 pessoas, entre os dias 25 de janeiro e 05 de fevereiro de 2017, em 17 cidades capixabas: Alfredo Chaves, Anchieta, Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Conceição da Barra, Domingos Martins, Guarapari, Linhares, Marataízes, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Mateus, Serra, Venda Nova do Imigrante, Vila Velha e Vitória. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Qualitest Pesquisa e Qualificação.
Perfil dos Turistas na Alta Temporada 2017
O número de viajantes que conheceram o Espírito Santo sozinhos cresceu, representando 18,6%, ficando atrás de viagens em casal com filhos, que somou 18,8%.
Dos entrevistados, 33,1% disseram viajar ao Espírito Santo ao menos uma vez por ano. Outros 21,2% contaram vir ao estado pelo menos duas vezes ao ano e 15,6 descobriram o Espírito Santo pela primeira vez.
As 10 cidades mais procuradas foram Guarapari, Vitória, São Mateus, Serra, Conceição da Barra, Anchieta, Marataízes, Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante e Vila Velha.
Os turistas nacionais representam 98,9% do público que conheceu ou visitou alguma cidade do Espírito Santo. Os capixabas somam 52,7% deste público, seguidos dos turistas de Minas Gerais (25,5%), Rio de Janeiro (9,7%), São Paulo (3,9%), Rio Grande do Sul (1,7%) e Bahia (1,7%).
O número de estrangeiros que procuraram o Espírito Santo cresceu, saltando de 0,4% em 2016 para 1,1% em 2017. Os turistas internacionais vieram principalmente da Argentina, de Portugal, da França e do Japão. 
Para chegar ao Espírito Santo, os turistas usaram como transporte, automóvel próprio (51,7%), ônibus (20,6%), avião (20,6%) e trem (6,4%) e vieram principalmente em busca de lazer. Os motivos seguintes são: visita a familiares, viagem a trabalho e para participar de congressos.
Os atrativos mais procurados foram praias, com 29,3%; bares e restaurantes, com 27,2%; atividades de natureza, com 11,4%; e casas noturnas, com 6,1%.
Hospedagem e restaurantes
Dos entrevistados, 44,6% disseram que se hospedaram em casa de parentes e amigos, 15,2% em apartamento ou casa própria, 15,1% em casa alugada, 12,7% em hotéis e 10,5% em pousadas. Deste total, 87% consideraram a infraestrutura das locações de hospedagem ótima ou boa.
Já o atendimento foi aprovado por 91,9% dos entrevistados, considerando a qualidade do atendimento entre ótimo e bom. Os bares, quiosques e restaurantes agradaram no atendimento para 86,8% do público. A infraestrutura destes estabelecimentos foi avaliada como ótimo ou bom por 84,5% dos visitantes. 
Clique aqui e confira a pesquisa completa
Tecnologia do Blogger.