Vila Velha estudo tecnologia para recuperação de canais

O prefeito Max Filho conheceu, na manhã desta segunda-feira (3), um projeto inovador de despoluição de canais apresentado pelo diretor da empresa Biotecnologia Agrícola e Ambiental (BEA) Sérgio Noris.

A técnica consiste em promover uma atividade biológica a partir de micro-organismos encontrados no próprio meio para eliminar os poluentes originados da descarga de esgoto nos canais que cortam a cidade. “Bactérias são lançadas no canal e após 60 dias começamos a perceber a mudança no aspecto da água e, consequentemente, sua recuperação”, disse Noris.

A técnica denominada “Biozimoil” – depuração e recuperação ambiental -- surgiu na Itália, sendo responsável por experiências exitosas em países como Israel, África, Cuba e na própria Itália.

O prefeito destacou a importância da tecnologia. “Temos um canal propício para que seja feita uma experiência com a empresa, que é o de Guaranhuns. A comporta existente no canal favoreceria a paralisação do fluxo da água, que é uma exigência para o bom resultado desse trabalho”.

A equipe técnica da BEA vai elaborar um projeto para determinar os custos da aplicação dessa tecnologia no município. “É um sonho antigo de Vila Velha a recuperação de seus canais, um desafio que temos que enfrentar todos juntos, com a colaboração indispensável da Cesan”, disse o prefeito Max Filho.

Participaram da reunião os secretários de Governo Saturnino de Freitas Mauro, de Desenvolvimento Urbano Antônio Marcus Machado, de Desenvolvimento Sustentável Idalécio Carone, de Serviços Urbanos Marizete Oliveira, o subsecretário de Meio Ambiente Maurício Gorza, além da assessora técnica Alneci Ceruti.
Tecnologia do Blogger.