Câncer tem cura. Previna-se

Alimentos no combate a dor

As dores crônicas podem ter várias causas e diversas formas de se manifestar: neuropática, dor músculo-esquelética, de câncer, enxaqueca, dores articulares e fibromialgia. Para ajudar a amenizar esses males, a grande aliada é a alimentação, porque os nutrientes e compostos bioativos presente em alguns alimentos promovem a redução das inflamações. Além disso, o principal objetivo da terapia alimentar para a dor é proporcionar uma melhor qualidade de vida para os pacientes.

O especialista em dor crônica, André Félix, revela que muitas substâncias naturais têm sido estudadas avaliando sua capacidade anti-inflamatória, incluindo ômega 3 dos peixes, a curcumina do açafrão, o resveratrol das uvas e vinho, os polifenóis do chá verde, capsaicina da pimenta e vários flavonóides, como os encontrados no cacau, frutas vermelhas, maçã, frutas cítricas, açaí, repolho e cebola roxa. “Muitos deles têm a capacidade de interferir nos processos inflamatórios, bloqueando suas vias e seus mediadores. Assim, a sua utilização pode reduzir a inflamação e danos dolorosos, sendo de valor terapêutico e profilático”, comenta.

Dr. André Félix, especialista em dor crônica
André ainda adverte que além de ingerir alimentos que amenizem esse problema também é importante não fazer consumo de alimentos que sejam altamente infamatórios. Como por exemplo, a carne vermelha, manteiga, gorduras, frituras e os carboidratos refinados, como pães e massas com farinha branca, alimentos processados, industrializados e alimentos provenientes de fast food.

O especialista afirma que o recomendado é fazer a ingestão de alimentos frescos e naturais. “O ideal é consumir peixes pelo menos três vezes na semana, principalmente os ricos em ômega 3 como o atum, salmão e a sardinha. Consumir sempre de três a quatro frutas variadas por dia, sementes como a linhaça e de abóbora. Além de consumir 30g de chocolate amargo  (com um percentual superior a 70% de cacau)  diariamente”, comenta.

Essas ações em conjunto auxiliam no tratamento da dor. Procure um nutricionista para adequações individuais e um especialista em dores crônicas.
Tecnologia do Blogger.