Câncer tem cura. Previna-se

Ifes vai eleger novos diretores-gerais e reitores

Dezessete campi do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) terão votação para escolha de diretor-geral no dia 1º de junho, junto com a votação para o cargo de reitor. Haverá eleição para a direção-geral em Alegre, Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Guarapari, Ibatiba, Itapina, Linhares, Nova Venécia, Piúma, Santa Teresa, São Mateus, Serra, Venda Nova do Imigrante, Vila Velha e Vitória. O Campus Viana, que é campus avançado do Campus Cariacica, vota nos candidatos a diretor-geral do Campus Cariacica. O período de campanha eleitoral vai até 29 de maio.

Um dos candidatos a Diretor-Geral, do Campus Ibatiba, é Eglon Rhuan Salazar Guimarães, que tem como projetos criar um programa de valorização do servidor, com o desenvolvimento de condições de capacitação, treinamento, aperfeiçoamento, apoio e reconhecimento às funções exercidas e atividades realizadas no dia-a-dia. Outra meta do candidato é viabilizar revisões e manutenções periódicas da estrutura do campus, isso irá evitar problemas duradouros com ventiladores, computadores, entre outros. Transparência é uma das metas de Eglon, que pretende implantar reuniões periódicas para prestação de contas. 

O convívio diário com os alunos é outra meta, que se destaca na plataforma no candidato, pois visa fomentar a integração entre alunos, técnicos e docentes, através de momento de convivência, como “Café na Escola”, “Intervalo Cultural”, “Gincanas” e “Noite Literária”. Ele também afirma que o irá fortalecer o Programa de Monitoria dos alunos. “Vamos estabelecer e apoiar um programa de monitoria que funcione de verdade para nossos alunos”.

Outro candidato é Felipe Lima é professor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) Campus Ibatiba. Formou-se em 2003, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde obteve os títulos de Bacharel e Licenciado em História. Em 2007, obteve o grau de especialista em Orientação Educacional.

Flavio Eymard da Rocha Pena planeja elaborar o Planejamento Estratégico para os próximos quatro anos, considerando o horizonte das mudanças sócio-econômico-culturais em curso no município, na região, no país e no mundo. Será um trabalho coletivo e dinâmico, envolvendo toda a comunidade do Campus para estabelecer e revisar as ênfases e prioridades.

Entenda as eleições no Ifes

Diferença entre reitor e diretor-geral

Servidores e alunos votam para reitor e para o diretor-geral geral de seu campus. O reitor é o representante legal do Ifes e gerencia as atividades da instituição como um todo, entre outras atribuições. O gabinete do reitor fica na Reitoria, em Vitória, que é o órgão executivo que planeja, coordena, supervisiona e controla todas as atividades do Instituto. O reitor é eleito por servidores e alunos todos os campi, Reitoria, Cefor e Polo de Inovação Vitória.

Cabe ao diretor-geral gerir os programas de ensino, pesquisa e extensão; além das atividades administrativas de seu campus. Ele é eleito pelos alunos e servidores de seu campus. Este ano serão eleitos novos diretores-gerais para os campi de Alegre, Aracruz, Cachoeiro do Itapemirim, Cariacica, Colatina, Guarapari, Ibatiba, Itapina, Linhares, Nova Venécia, Piúma, Santa Teresa, São Mateus, Serra, Venda Nova do Imigrante, Vila Velha e Vitória. O Campus Viana, que é campus avançado do Campus Cariacica, vota nos candidatos a diretor-geral do Campus Cariacica.

Quem pode votar?

Podem votar todos os servidores que compõem o quadro de pessoal ativo permanente do Ifes, bem como os alunos regularmente matriculados nos cursos técnicos, de graduação e de pós-graduação, presenciais ou a distância.

Pode votar também o servidor afastado pelos seguintes motivos: afastamento do cônjuge ou companheiro; serviço militar; atividade política; desempenho de mandato classista; para capacitação e afastamentos para mestrado, doutorado ou pós-doutorado; gestante, adotante e paternidade; para tratamento da própria saúde, até o limite de vinte e quatro meses; por motivo de acidente em serviço ou doença profissional.

Quem não pode votar?

Não podem votar funcionários terceirizados; ocupantes de cargo de direção sem vínculo permanente com a instituição; servidores temporários; servidores de outros órgãos em exercício no Ifes; servidores voluntários e anistiados.
Tecnologia do Blogger.