Aracruz quer avançar na integração econômica através da ZPE


O prefeito de Aracruz, Jones Cavaglieri e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Divaldo Crevelin se reuniu nesta terça-feira (20/06) com a empresa administradora da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), para alinhar ações e serem desenvolvidas com objetivo de implantar a ZPE no município.
Com a criação da área de 1.623.538,00m², localizada em Vila do Riacho, ficam estabelecidas regras para instalação de empresas, procedimentos de fiscalização, vigilância e controle aduaneiro (alfandegário). Entre os incentivos administrativos para as empresas das Zonas de Processamento de Exportação está a dispensa de licença ou de autorização de órgãos federais para dar mais agilidade às operações aduaneiras.
A suspensão de tributos para as empresas instaladas nas ZPE será outro benefício, já que será concedida na compra de bens e serviços do mercado interno e na importação desses produtos, quando a suspensão fiscal for aplicada sobre o imposto de importação, IPI, Confins, PIS/Pasep e o adicional ao frete para renovação da Marinha Mercante.
Segundo Crevelin, com a ZPE, os exportadores terão mais um mecanismo para fomentar a competitividade de seus produtos no mercado externo e para agregar valor às exportações. “A implantação da ZPE em Aracruz vai ajudar no desenvolvimento do município e será um instrumento de redução das desigualdades regionais, além de atrair mais investidores”.
Zona de Processamento de Exportação
A ZPE é, essencialmente, um condomínio industrial incentivado, onde as empresas nele instaladas gozarão de tratamento tributário, cambial e administrativo diferenciados, com a condição de destinarem uma porcentagem da produção para o mercado externo. Sua presença em Aracruz constituirá em atraente oportunidade de negócios e geração de empregos.
Tecnologia do Blogger.