Câncer tem cura. Previna-se

Mais de 100 policiais civis serão homenageados durante solenidade em comemoração ao dia do Policial Civil


Cento e doze policiais civis serão homenageados, na noite desta sexta-feira (30), durante a solenidade que marca as comemorações do Dia do Policial Civil, celebrado no dia 12 de junho. O evento será realizado a partir das 19h, no auditório Grand Hall, anexo a Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (Emescam), no município de Vitória. O Coral Domingos Martins, da Polícia Civil, vai fazer uma participação especial durante o evento.

Serão homenageados 26 delegados, 30 escrivães, 23 investigadores, 17 agentes, 15 peritos e um médico legista. Na ocasião, serão entregues as medalhas de 10, 20 e 30 anos aos policiais civis que completam o tempo de efetivos serviços prestados à instituição e que não possuem nenhuma mácula em sua ficha funcional.

Quatro delegados e sete escrivães serão condecorados com a medalha de ouro referente aos 30 anos; seis policiais civis receberão a medalha de prata, sendo um escrivão, dois investigadores e três peritos papiloscopista; e 39 policiais receberão a medalha de bronze, sendo 11 delegados; 14 escrivães; quatro investigadores; um médico legista e nove peritos.

Além desses, 63 policiais civis receberão a medalha de mérito, sendo 11 delegados, 19 investigadores, oito escrivães, 17 agentes de polícia e oito peritos.

Durante o evento, 27 pessoas receberão o diploma “Amigo da Polícia”, entregue à autoridades civis cujos nomes foram indicados pelo chefe de Polícia, em conjunto com os superintendentes, e aprovados pelos representantes do Conselho de Polícia. Entre os homenageados estão o procurador do Estado, Cesar Pontes Clark, o juiz de direito Alexandre Farina Lopes, o comandante do 38º Batalhão de Infantaria do Exército, Carlos Alexandre de Oliveira Costa e o diretor da Emescam Flávio Takemi Kataoka.

Clique aqui e confira a lista dos homenageados

Dia do Policial Civil
No Espírito Santo, o Dia do Policial Civil é comemorado em 12 de junho, conforme previsto no artigo 253 da Lei estadual 3.400 de 17 de janeiro de 1981. Em outros estados, é comemorado em datas distintas.
A data é uma referência à morte de Domingos José Martins, herói capixaba que participou como líder da Revolução Pernambucana e foi fuzilado no dia 12 de junho de 1817, no Estado da Bahia. Domingos Martins é o patrono da Polícia Civil do Espírito Santo.
O Decreto 3.031-N, de 07.08.1990 regulamenta a concessão das medalhas do Mérito Policial e do Serviço Policial.
Tecnologia do Blogger.