Câncer tem cura. Previna-se

Dia das Paneleiras de Goiabeiras é comemorado nesta sexta-feira (07)


As mulheres que confeccionam um dos maiores ícones do artesanato capixaba, a panela de barro, tem o seu próprio dia instituído em lei. Desde 1993, a Prefeitura de Vitória, por meio da Lei Municipal n° 3.944, presta homenagens as paneleiras.
Mulheres e homens, do tradicional bairro de Goiabeiras, em Vitória, preservam sua origem ligada às raízes indígenas que já têm mais de 400 anos de história. Eles, responsáveis pela extração e beneficiamento do barro, e elas, pelos moldes artesanais da panela.
Uma das características da panela de barro capixaba é a modelagem feita totalmente manual. A construção da panela de barro vai se moldando sem o uso do torno de oleiro, dando a forma desejada, no que elas denominam como “puxar a panela”. No processo artesanal, pedras lisas e cascas de coco são ferramentas que ajudam a dar o toque final nas panelas.
A panela de barro capixaba foi o primeiro bem imaterial registrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 21 de novembro de 2002. O ofício das Paneleiras de Goiabeiras passou a ser inscrito no livro de registro dos Saberes e declarado Patrimônio Cultural do Brasil.
O modo artesanal da panela de barro capixaba dá ainda mais sabor aos pratos tradicionais do Espírito Santo. O preparo da Moqueca Capixaba e a Torta Capixaba nas tradicionais panelas de barro dão a característica única de sabor provenientes da panela.
Tecnologia do Blogger.