FUNCULTURA: o empoderamento da mulher negra através das artes em publicação inédita no Estado

A variedade de estilos na literatura capixaba adquire mais vivacidade com a expressão e a voz da mulher negra. Uma prova deste incontestável talento da atual produção da escrita no Estado é o lançamento da coletânea produzida pelo Coletivo Afro-Tons, intitulada “De Zacimbas a Suelys: Coletânea Afro— Tons de Expressões Artísticas de Mulheres Negras no ES”, que será realizado no dia 29 de julho, quinta-feira, na sede do Coletivo Das Pretas, no Centro de Vitória, a partir das 19h.

A publicação vai trazer um diversificado conteúdo autoral elaborado em forma de poesia, conto, fotografia e desenho de 24 mulheres negras, que enviaram material para o coletivo durante seleção de trabalhos no início do ano.  Entre os gêneros literários presentes, poesia e contos, assim como trabalhos produzidos nas artes visuais, como o grafite, a pintura e o desenho. A poeta e atriz Suely Bispo será a grande homenageada na coletânea, que também assina a orelha do livro. O Posfácio foi escrito pelo Coletivo Das Pretas e a contra capa é da Editora Me Parió Revolução, de São Paulo.


O projeto foi contemplado pelo Edital 002 - Diversidade Cultural, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

De acordo com Cibele Verrangia, uma das organizadoras do coletivo Afro-Tons, a ideia do livro surgiu pela necessidade de publicar e divulgar a intensa produção dessas mulheres, valorizando o trabalho desse grupo social e que, por meio da arte, do empoderamento, da ressignificação de valores, é possível pensar uma sociedade mais justa e  igualitária. “A temática central que permeia o livro é a luta contra o feminicídio negro, o racismo, a violência contra a mulher como um todo, a transfobia e o empoderamento da mulher negra através das artes. Esta publicação fortalece o lugar de pertencimento e motiva a produção de mulheres, que nem sempre tiveram oportunidades de publicar seu material artístico”,  enfatiza Cibele.

O coletivo

O Afro-Tons é um coletivo de expressividade artística, que tem como intuito a divulgação e socialização da literatura e também de outras expressões artísticas, como a música, dança, artes plásticas, cinema, fotografia, entre outras, figuram nesse contexto. O grupo tem o objetivo de compartilhar saberes sobre as culturas africanas e afro-brasileiras por meio da divulgação de artistas consagrados, bem como trabalhos independentes. O grupo também promove debates sobre questões políticas e sociais que perpassam pelo universo afrocentrado, com o intuito de desconstruir estereótipos depreciativos e ressignificar valores e identidades.
Tecnologia do Blogger.