Jovens mortos em Ibiraçu estariam envolvidos em agiotagem

Os dois irmãos Luérick da Mata Cera, 18 anos e Lucas da Mata Cera, 25 anos, foram encontrados amarrados e enforcados na residência de um deles. 

De acordo com populares, os dois eram envolvidos com a prática de agiotagem na região. Segundo um homem que teria feito negócio com os dois irmãos, o mesmo teria entregado, no início da manhã, R$ 30.000 em espécie em troca de uma caminhonete Hillux. Assim que soube do ocorrido, prosseguiu à casa e encontrou os dois mortos, porém, o dinheiro já havia sido levado.


Segundo informações dos moradores, o pai das vítimas Tarcísio Tchera chegou em casa por volta das 11 horas, mas a porta estava trancada. Tarcísio então chamou um amigo da família e conseguiu entrar e se depararam os jovens mortos.

Eles estavam com braçadeiras de plástico presas no pescoço. Luérick, o caçula estava caído no chão, enquanto Lucas fi encontrado na cama. 

Outros objetos como celulares e o HD com as imagens das câmeras de segurança também foram levadas. Vários cheques foram encontrados na casa, mas não teriam sido levados. O que leva a polícia a crer, que tenha sido crime de latrocínio, roubo seguido de morte.

Com a perda dos filhos únicos, os pais precisaram ser levados para um pronto-socorro de Ibiraçu. 

Até o fechamento dessa matéria a polícia ainda trabalhava no local.
Tecnologia do Blogger.