Câncer tem cura. Previna-se

Policial é morto no RJ e número já chega a 90 só esse ano

Soldado da Polícia Militar morreu na manhã desta sexta (21) durante uma tentativa de assalto. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.



Mais um policial morreu no Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (21). O soldado Fabiano de Brito e Silva, de 35 anos, foi baleado na barriga quando saía de casa, na Baixada Fluminense. Ele teria reagido a uma tentativa de assalto no Jardim Tropical, em Nova Iguaçu. O PM, que seria lotado no 20° BPM, foi atingido na barriga, chegou a ser socorrido e levado para o Hospital da Posse, onde já chegou morto. Ele deixa mulher e três filhos. O soldado é o 90° policial morto no Rio só esse ano.


No início da semana, o cabo Bruno Santos de Azevedo, de 29 anos, foi atingido na cabeça e não resistiu durante a troca de turno na comunidade da Mangueira, na Zona Norte do Rio. Bruno estava na Polícia Militar há seis anos e tinha pedido transferência do Complexo do Alemão, onde trabalhava, porque estava com medo da violência. Na segunda (17) pela manhã, quando foi baleado, era o seu primeiro dia de trabalho na UPP da Mangueira.

No mesmo dia à noite, o PM Thiago Marzula de Abreu, 30 anos, fazia um patrulhamento na comunidade da Dita, que fica no bairro de Alcântara, em São Gonçalo, quando levou um tiro na cabeça.

O outro caso recente foi na sexta à noite (14). O PM Cléber de Castro Xavier Júnior foi morto em uma tentativa de assalto, quando estava de folga.




Com informações de G1-RJ
Tecnologia do Blogger.