Câncer tem cura. Previna-se

Fibria lança desafios para pesquisa na área florestal na plataforma 100 Open Startups

Companhia adota conceito de inovação aberta para parcerias com startups, universidades e centros de pesquisa

São Paulo, 18 de setembro de 2017 – A Fibria, empresa brasileira e líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, abriu inscrições para o Desafio Fibria em parceria com o movimento 100 Open Startups. As inscrições estão abertas até 6 de novembro no site https://openstartups.induct.no/public/pages/fibria e envolvem nesta fase dois temas de pesquisas na área florestal.

O primeiro desafio - “Tecnologias de caracterização não destrutiva e rápida de árvores individuais” - busca ferramentas e tecnologias para dinamizar a avaliação de diferentes características de árvores individuais no campo, tais como densidade básica, propriedades químicas e morfológicas da madeira, além de aspectos fitossanitários e fisiológicos associados ao crescimento. O segundo desafio - “Genotipagem instantânea para certificação de clones de eucalipto” - busca inovações em soluções mais simples e imediatas de análise de DNA ou mecanismos associados, preferencialmente realizadas direto no viveiro e campo, trazendo ganhos em velocidade e simplificando etapas.

“Escolhemos para essa plataforma dois desafios florestais, com potencial impacto em maior agilidade na execução da nossa estratégia de melhoramento genético clássico. Estamos confiantes nos resultados dessa importante iniciativa”, afirma Gabriel Dehon, gerente geral de Tecnologia e Inovação Florestal da Fibria.

O Desafio Fibria é realizado em parceria com o movimento 100 Open Startups, plataforma internacional que conecta startups a grandes empresas e fundos de investimento, e que tem a Fibria como uma das participantes. Ao se inscrever no Desafio Fibria, o(a) interessado(a) fornece uma série de conteúdos e informações que serão analisados pelos executivos da Fibria conectados às startups pelo processo de matchmaking online, em que é feita uma primeira avaliação levando em consideração os requisitos determinados pela companhia. As propostas que se destacarem serão convidadas a apresentar para a banca de avaliadores, composta por executivos da Fibria e convidados, para identificar os parceiros para o potencial desenvolvimento de projetos pilotos e/ou parcerias. Esses projetos poderão se transformar em oportunidades para contratos com a Fibria, na forma de prestação de serviços ou aquisição de produtos inovadores, de acordo com o nível de maturidade e consistência tanto da startup quanto da solução apresentada.

“Acreditamos no modelo de inovação aberta e essa é mais uma oportunidade de parceria da Fibria com startups, centros de pesquisa e universidades. Lançamos no mês passado a nossa plataforma Fibria Insight, que possui desafios de pesquisas em outras áreas, de celulose microfibrilar e embalagem dos fardos de celulose”, afirma Cesar Bonine, gerente de Assuntos Regulatórios e Propriedade Intelectual da Fibria.


Sobre a Fibria
Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,056 milhão de hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em www.fibria.com.br


Sobre o Movimento 100 Open Startups
O 100 Open Startups é a principal plataforma de conexão entre startups e grandes empresas, focada em gerar oportunidades de negócio. Atualmente o movimento reúne cerca de 420 grandes empresas e 3.400 executivos que colaboram na categorização das propostas cadastradas. Como parte do processo, os Demodays completam o ciclo de avaliações com o olhar da Rede de Investidores que são compiladas na plataforma e utilizadas na definição das 100 startups mais atraentes do ano publicadas anualmente no Ranking 100 Open Startups Brasil. Saiba mais sobre o movimento 100 Open Startups: http://www.openstartups.org.br/


Tecnologia do Blogger.