Sessão Especial vai discutir os problemas do transporte público em Aracruz


A Câmara de Aracruz irá realizar nesta terça feira às 18hrs uma Sessão Especial pra tratar dos problemas enfrentados pelos usuários do Transporte Público em Aracruz.
De acordo com a vereadora Dileuza Marins Del Caro, o objetivo de propor esta sessão foi para trazer ao debate as empresas prestadoras do serviço, a municipalidade e os usuários, para buscar um melhor entendimento e soluções para resolver este grave problema que tanto tem prejudicado os munícipes.
Não podemos mais aceitar a superlotação dos nossos ônibus, pagamos um preço justo e merecemos uma boa prestação do serviço, afirma Dileuza.
O Diretor da Expresso Aracruz, Ortemio Locatelli relata os pontos altos da pauta do dia e diz que estão trabalhando cada dia mais, para atender a população de Aracruz da melhor maneira possível. "Uma das pautas é a escala dos motoristas e esclarecimentos sobre o transporte em geral. O uso do vale transporte aqui na cidade é muito pequeno e o que leva muitos usuários a utilizar o transporte clandestino e isso tem gerado enfrentamentos diários. Isso gera aumento na tarifa e muita vezes, por causa do transporte irregular, graves acidentes", relata.
Locatelli relata também que a superlotação existe em vários lugares do mundo, desde o Japão até mesmo aqui, no Brasil e são em horários de pico, mas que podem ser adotadas medidas para diminuir esse problema. "Sistema tem custo que é dividido pela quantidade de passageiros transportados pagantes. Tem que haver uma quantidade de passageiros pagantes aumentado, para haver mais economia. Em horário de picos existe superlotação, em todos os locais do mundo. Outro dado que tem que ser levado em conta é o índice de gratuidade. 16.6% são gratuitos enquanto que  pagantes são 83.4%, isso é 1 quinto desses passageiros é gratuito e isso acaba encarecendo as tarifas", argumenta.
"A frota atual é de 48 carros, que rodam mensalmente 232 mil km  em Aracruz e distritos, sendo realizadas cerca de 13 mil viagens por mês.Tudo que nós queremos é prestar um bom serviço e de qualidade, somos certificados com pela ISO, estamos na semana do SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho), treinamentos de direção defensiva e procuramos prestar o melhor serviço. A frota de Aracruz tem 4.8 ano enquanto que o  Transcol 7.5, estamos com a frota mais atualizada", finaliza.

Até o fechamento dessa edição, nossa equipe de reportagem não conseguiu contato com a Secretaria de Municipal de Transporte e Serviços e não houve retorno da Assessoria de Comunicação. O secretário Luiz Fernando Meier foi chamado para representar o Executivo Municipal.
Tecnologia do Blogger.