Ato de empatia realiza sonho de cadeirante


A analista de recursos humanos Cirlene, se disponibilizou a levar amigo cadeirante a show de sambista Diogo Nogueira

“ A empatia é um sentimento em que a pessoa se coloca no lugar do outro, entende o que a outra pessoa realmente sente e sofre. A pessoa empática deixa de pensar em si própria, e se coloca no lugar do próximo”, explicou a psicóloga Isabela Dantas.
O ato de se colocar no lugar no próximo fez com que a analista de recursos humanos, Cirlene  de Paula de 35 anos, ajudasse na realização de um dos  sonhos  do auxiliar de depósito,  Mateus Santos, de 23 anos.
O rapaz que ficou tetraplégico após sofrer um acidente ao realizar um mergulho e se deparar com uma pedra no fundo de uma lagoa, sonhava em assistir a um show  do sambista Diogo Nogueira, mas com as dificuldades enfrentadas pela perda dos movimentos, isso seria impossível, já que ele vive em uma clínica e dependeria de alguém para acompanhá-lo. O jovem é natural da Bahia e não teria ninguém aqui no estado que pudesse ajudá-lo nessa vontade.
Cirlene, que conheceu e  trabalhou com Mateus em uma empresa localizada em Serra e sabendo do então sonho do auxiliar, resolveu agir com total generosidade, se disponibilizando  a levar o rapaz ao show do cantor Diogo Nogueira realizado no último sábado (07) em um shopping em Vila Velha.
Para a psicóloga Isabela Dantas, o ato de agir com empatia nos torna seres humanos melhores e nos condiciona a vivermos sem intrigas e confusões: “ Uma pessoa empática não olha só o ponto de vista dela mas olha o do outro também. Ela consegue se colocar no lugar do próximo e com isso cria-se um ambiente harmonioso e sem confusões”, contou a psicóloga.
Para Cirlene, o dia em que as pessoas aprenderem isso a humanidade estará salva “ O bem e o amor vence tudo!  Quer ser feliz? Faça alguém feliz também. Mesmo que inconscientemente não fazemos nada de graça, na mesma medida que fazemos vamos recebendo”, disse a analista.
A simples atitude de Cirlene , se tornou um motivo de muita alegria para Mateus, que além de assistir ao show de seu cantor preferido próximo do palco, teve a oportunidade de conhecê-lo em seu camarim.
 
Mateus e o cantor fotografando no camarim de seu show em Vila Velha

“ A atitude dela é algo que falta em muitos seres humanos. Ir no show me ajudou a acalmar a mente, a manter minha autoestima e principalmente a lutar para ter meus movimentos de volta, fez com que eu não me sentisse excluído da sociedade”, disse Mateus.

Mateus, o cantor Diogo Nogueira e Cirlene.

O principal sonho ainda esta na espera

Mateus pôde realizar um de seus sonhos, mas o principal deles, ainda esta bem distante, o de voltar a andar. O rapaz depende de uma cirurgia de células tronco, que possui um custo muito alto pelo fato de ser realizada  em outro país.
Mateus é natural da Bahia e veio para o Espírito Santo em busca de uma oportunidade de emprego e uma qualidade de vida, onde conseguiu até o dia 30 de Novembro de 2015, quando ao sair com os amigos para mergulhar em uma lagoa na cidade de Serra-ES, sofreu um acidente ao bater com os peitos em uma pedra. 
O auxiliar de estoque que adorava praticar esportes,  perdeu os movimentos das pernas e desde então vive com auxilio da empresa que trabalhava, custeando sua internação em uma clínica localizada em Vila Velha.  
Mateus está só no estado e não possui familiar algum próximo.
O jovem mantinha uma vida muito agitada, praticava esportes e dançava, chegando a conquistar até campeonatos, mas infelizmente teve sua vida pausada por esse acidente.
Quem desejar contribuir para realização da cirurgia de Mateus, basta entrar em contato através do link do facebook abaixo:

https://www.facebook.com/profile.php?id=100007135874968 



Tecnologia do Blogger.