Câncer tem cura. Previna-se

Como o horário de verão afeta o seu organismo

Sono, cansaço e desatenção são as principais queixas durante a primeira semana das mudanças no horário de verão


Na virada de 14 para 15 de outubro, de sábado para domingo, os relógios das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem ser adiantados em uma hora. É o polêmico Horário de Verão que entra em vigor. Amado por muitos e odiado por outros tantos, essa pequena alteração de horário na rotina de centenas de milhares de brasileiros pode gerar alguma dificuldade de adaptação do relógio biológico, trazendo para algumas pessoas privação de sono, cansaço, desatenção e variação de humor.

Embora a variação do horário seja pequena, algumas recomendações são dadas pelos médicos da Unimed Vitória para minimizar qualquer incomodo que prejudique a rotina, entre elas a organização dos horários, principalmente na primeira semana da mudança. E se o problema é no sono, a dica é verificar se o ambiente em que se dorme está escuro, silencioso e com temperatura agradável.

Entender sua necessidade de sono e respeitá-la é essencial para acostumar o relógio biológico nos primeiros dias do horário de verão, aconselha a médica de Família, Bruna Calado Pena. “Não existe um padrão de horas de sono, é necessário se conhecer e ir dormir mais cedo para garantir o período de descanso necessário”, explica. Para começar a rotina do novo horário com disposição, evite atividades intensas no domingo, opte por uma alimentação mais leve e vá para a cama um pouco mais cedo. “Com uma rotina mais equilibrada e regrada, fica mais fácil se adaptar”, conclui a médica.

Não é jet lag - Engana-se quem pensa que os efeitos são os mesmos de um jet lag, famosa fadiga de viagem ocasionada por mudanças no fuso. No horário de verão, as mudanças nesse ritmo são mais suaves e não causam tantas consequências para a maioria das pessoas. Já no  jet lag, existe uma condição menos fisiológica, que é uma consequência de alterações no ritmo circadiano (período de aproximadamente 24 horas), mais intenso em viagens longas em que há grandes mudanças de fuso horário.

Confira algumas dicas para seu organismo não se ressentir com o Horário de Verão

•          Fixe horários para todas as suas atividades e tente respeitá-los ao máximo;
•          Evite fazer exercícios físicos, ingerir cafeína e comida pesada três horas antes de dormir;
•          Para garantir uma boa noite de sono, verifique se o ambiente está totalmente escuro, silencioso e com temperatura agradável. Vá para a cama no mesmo horário e concentre-se na missão de dormir;
•          Mesmo sem sentir fome nos horários habituais, faça refeições mais leves, mas não deixe de almoçar ou jantar no mesmo horário de costume;
•          No primeiro domingo, deixe todas as coisas organizadas para o dia seguinte, pois a mudança de horário pode gerar correria. Tendo tudo em mãos, a segunda-feira começará tranquila.
Tecnologia do Blogger.