Câncer tem cura. Previna-se

Espírito Santo vai adotar aplicativo paranaense que compara preços do varejo











Imagine um aplicativo de celular que compare o preço de diversos produtos e ainda indique o caminho do estabelecimento que apresentar o menor preço. Esse aplicativo já existe e, em breve, vai estar disponível para os capixabas.

O primeiro passo para isso foi dado nesta segunda-feira (16), com a assinatura de um protocolo de intenções entre o Governo do Estado com o governo do Paraná para trazer para o Espírito Santo uma versão do aplicativo Menor Preço Paraná. A assinatura aconteceu em Curitiba e contou com a presença do governador paranaense, Beto Richa, e do secretário de Estado da Fazenda do Espírito Santo, Bruno Funchal.

O Paraná foi o primeiro estado brasileiro a lançar um aplicativo do tipo há aproximadamente um ano, e o Espírito Santo será o primeiro a replicar a tecnologia. Entre os objetivos do Menor Preço estão estimular a competição no varejo, promover a queda de preços e contribuir para reduzir a inflação.

A partir de agora, a equipe técnica da Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo vai realizar testes para adequar a ferramenta paranaense visando a utilização dos capixabas. A expectativa é que em até seis meses o aplicativo esteja disponível.

Aplicativo
Desenvolvido em parceria entre a Secretaria da Fazenda do Paraná e a Celepar – Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná, o aplicativo permite ao usuário pesquisar os preços de produtos em mais de 100 mil estabelecimentos no Estado do Paraná. O Menor Preço faz o comparativo de preços dos produtos entre os estabelecimentos cadastrados e apresenta o mais barato ao usuário.

Para fazer o comparativo, o usuário faz a leitura do código de barras do produto que pretende pesquisar ou digita o nome do que procura no campo de busca. O aplicativo também fornece o mapa de localização, o endereço e o trajeto até o estabelecimento escolhido pelo cliente.
As informações são atualizadas em tempo real toda vez que um varejista emite uma nota fiscal. Semanalmente são mais de 10 milhões de preços atualizados. No Espírito Santo o aplicativo terá o mesmo formato e funcionalidades.

Disponível gratuitamente para as plataformas iOS e Android, o aplicativo já conta com 425 mil downloads e 23,8 milhões de acessos. No mês passado, foi o vencedor da 16ª edição do Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov 2017), na categoria e-Serviços Públicos.

Referência
O governador Beto Richa destacou que o aplicativo paranaense se tornou referência no país por beneficiar consumidores, comerciantes e governos. “O aplicativo ajuda o consumidor que procura a redução de gastos mensais e ampliação do poder aquisitivo. Ele contribui também com a arrecadação dos estados, pois estimula que mais usuários peçam o CPF na nota. Os comerciantes também saem ganhando, pois acaba com o comércio desleal”, disse.

Para o secretário da Fazenda do Espírito Santo, Bruno Funchal, o Paraná está na vanguarda em tecnologia e o aplicativo Menor Preço é uma forma do Governo contribuir com a economia doméstica. “O Paraná é exemplo para nos basearmos. Boas ideias precisam ser replicadas, o aplicativo é excelente e esperamos que ele tenha o mesmo sucesso no Espírito Santo”, disse.

Segundo Funchal, além de promover o ajuste fiscal e a otimização da receita, o Estado busca trazer mais benefícios para a população. “O Menor Preço Espírito Santo vem para ajudar as pessoas no uso do seu dinheiro, mostrando quais estabelecimentos são mais baratos a partir de dados das notas fiscais do consumidor eletrônica”, destacou.

O secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, também ressaltou a importância do compartilhamento de experiências bem-sucedidas e que a ideia é expandir a ferramenta para outros estados. Ele afirmou ainda que já há manifestação de interesses de outras unidades da federação.
“Ampliamos as possibilidades de benefício às pessoas, como é o caso do Menor Preço. O projeto com o Espírito Santo é piloto, mas estudamos a possibilidade de levar a outros estados que também tem interesse em oferecer opções de compra mais barata a seus cidadãos”, falou.

Informações
O presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite explicou que, na prática, o aplicativo é o mesmo para os usuários dos dois estados e que haverá uma base única de dados que poderá ser consultada pelos consumidores. O que muda é a interface, quando o usuário estiver no Paraná o aplicativo se apresenta como “Menor Preço Nota Paraná”, no Espírito Santo como “Menor Preço Espírito Santo”.

A mesma personalização vai acontecer quanto o aplicativo for levado a outros estados. “Novas funcionalidades poderão surgir no aplicativo, que está em constante evolução”, disse. “Estamos desenvolvendo uma integração na base de dados”, acrescentou o presidente.


Tecnologia do Blogger.