Câncer tem cura. Previna-se

Macarrão: tem para todo mundo!



Pela terceira vez consecutiva, o Brasil comemora o dia nacional do macarrão, neste 25 de outubro. A data foi sancionada em 2014, e no mesmo ano, uma pesquisa mostrou que o brasileiro é o terceiro maior consumidor de macarrão do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos e a Itália.

O setor de massas alimentícias movimentou mais de R$ 8 bilhões no ano passado, de acordo com a Abimapi (Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados). Dentre o tipo favorito, o espaguete sai na frente com 57% de preferência.

Mas não importa o corte, o macarrão é um ingrediente que faz parte do cardápio dos brasileiros. Afinal, quem não gosta de saborear uma boa massa? Acompanhado de um vinho então, quase ninguém resiste.

E não é para resistir mesmo, pois, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o macarrão não é o vilão da dieta. A nutricionista Anicelle Barros afirma que o alimento pode e deve ser consumido, desde que haja equilíbrio nas refeições.

“Qualquer alimento ingerido em excesso, pode fazer mal à nossa saúde, e com o macarrão não é diferente. Ele pode ser consumido, mas se a intenção é a perda de peso, o consumo não deve ser deliberado. Então faça da massa uma substituição ao consumo de arroz ou bata” explica.

Além disso, já existe no mercado opções de massas integrais, feitas com farinha integral, que aliadas a outros ingredientes, ajudam no funcionamento do nosso organismo. Macarrão integral com beterraba, por exemplo, é benéfico para quem sofre de pressão alta.

“Uma dica de preparação fácil e nutritiva utilizando as massas integrais é prepará-las com molho pesto ou molho de tomate caseiro com manjericão e ervas ou atum e legumes, ou ainda com guacamole”, destacou a nutricionista.

O importante é variar os pratos e brincar com as possibilidades de combinações. Por isso, a Villoni Alimentos que já possui mais de 50 produtos, lançou agora a sua primeira linha de massas integrais, a “Integrale”, disponível em quatro versões: espaguete, fusilli, gravata e penne.

“Estamos sempre acompanhando as novas exigências do mercado de massas e biscoitos, pois queremos sempre agradar e surpreender nossos consumidores com produtos de qualidade”, afirma a empresária Ana Paula Villaschi.

Com essa novidade, a empresária acredita que será possível “continuar nos lares das pessoas” e atender as demandas atuais dos capixabas e dos brasileiros. Os produtos já podem ser encontrados em alguns dos mais de dois mil pontos de vendas, entres o Espírito Santo, Rio de Janeiro e Bahia. 

História
Fundada em 1971, no município de Cariacica, a Villoni deu início a sua trajetória com a pioneira e tradicional “Massas Villoni”. O processo de produção, na época, era realizado de forma totalmente artesanal. E até hoje, é um dos produtos de destaque da empresa. Três anos depois, para acompanhar as tendências apontadas pelo mercado, lançou-se as “massas Sarloni”. A nova linha trouxe variedade, com nove tipos de cortes diferentes, desde massas curtas até massas longas.
Em seguida, foi a vez do lançamento das “massas Apollo” que apesar de possuírem preços mais populares, tem a mesma qualidade que os outros produtos da marca e um alto giro nos pontos de vendas.
Já em 1996, a empresa começou a investir também no ramo dos biscoitos, com os “biscoitos Sarloni”. As opções eram o cream cracker, Maria, Maisena e Mini Cracker. Mais para frente, vieram ainda as Rosquinhas de Coco, Bolachas de Coco e o Biscoito Água e Sal.
Atualmente, com 46 anos de história, e situada em Viana, a Villoni Alimentos é um grupo que detêm as principais marcas em seu segmento. Com orgulho do trabalho e das parcerias seladas até aqui, a empresa segue firme no seu objetivo de servir bem ao mercado e atender as demandas de seus clientes e consumidores.
Sugestão de Receita

Penne Integral de ricota e queijo parmesão
Receita compartilhada pela chef Izabel Rosalém

Ingredientes:

·         8 colheres de sopa de azeite extra virgem
·         4 dentes de alho (cortados em lâminas)
·         10g de sálvia, manjericão e manjericão roxo (levemente picados)
·         180g de tomate cereja
·         400g de macarrão penne integral da Villoni
·         120g de ricota defumada (esfarelada)
·         100g de queijo parmesão (cortado em lascas)
·         Sal e pimenta do reino branca a gosto
·         1 xícara da água do cozimento da massa

Modo de preparo:
Em uma frigideira, aqueça o azeite e doure o alho e as ervas frescas. Acrescente os tomates cereja e refogue por 2 a 3 minutos. Tempere com sal e pimenta do reino branca a gosto.

Depois, coloque a massa e misture levemente. Jogue cerca de 1 xícara da água do cozimento da massa. Junte a ricota, o queijo parmesão e o azeite a gosto para regar. Sirva quente.

Rendimento:  4 porções   
Tecnologia do Blogger.