Câncer tem cura. Previna-se

OTC 2017: Presidente da Petrobras destaca otimismo do setor de óleo e gás

Pedro Parente participou da abertura do evento, no Rio, ressaltando mudanças nos cenários brasileiro e mundial




Mudanças regulatórias, melhorias no cenário econômico e o esforço de operadoras, fornecedores, regulador e governo permitiram à indústria de petróleo e gás dar início à retomada do setor no Brasil, na visão do presidente da Petrobras, Pedro Parente, que participou da cerimônia de abertura da Offshore Technology Conference (OTC), no Riocentro (RJ).

"Há exatamente um ano, estávamos neste mesmo lugar, fazendo a abertura da Rio Oil &Gas.  Se, naquele momento, eu tivesse dito a vocês que, em um ano, o Brasil iria flexibilizar a operação no pré-sal, revisar a política de conteúdo local, dar previsibilidade às novas rodadas de licitação e estender o Repetro, isso tudo acompanhado de baixa na inflação e nos juros, eu teria parecido muito otimista", disse Parente, referindo-se a mudanças ocorridas no período, em discurso na abertura da OTC.

O evento, que este ano acontece paralelamente à Rio Pipeline, encontro especializado em dutos, vai até a próxima quinta-feira (26/10).

“As mudanças promovidas no último ano têm sido notadas mundo afora. Tenho viajado e me encontrado com investidores e parceiros no exterior, que sempre comentam suas impressões de que o setor de óleo e gás no Brasil deu uma guinada e o ambiente de negócios do país está mais atraente para empresas de diferentes portes”, destacou Parente.

Ele comentou sobre o sucesso da 14ª rodada de licitação realizada em setembro pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e a expectativa para a 2ª e a 3ª rodadas no regime de partilha de produção do pré-sal. As mudanças na matriz global de energia foram mencionadas por Parente, que frisou que o Brasil não ficará fora da transição para a economia de baixo carbono, um “incontornável desafio para a nossa indústria”.

O executivo destacou, entre outros temas, o programa Compromisso com a Vida, estruturado para compreender as causas dos acidentes e treinar a força de trabalho nas melhores práticas de segurança da indústria. “A entrega dos nossos resultados operacionais e financeiros será consequência da diligência de fazer o que é certo e fazê-lo com segurança”, acrescentou.

Petrobras na OTC

A conferência terá 47 trabalhos apresentados por representantes da Petrobras. Dentre os assuntos, novas tecnologias para recuperação de campos maduros, descomissionamento de plataformas e a primeira completação inteligente a poço aberto no pré-sal brasileiro.

O estande da Petrobras é unificado ao da Transpetro, localizado na área central da exposição. Na feira, na “Arena Petrobras”, técnicos da companhia farão quatro apresentações diárias com recursos de interação digital e tecnologia de leitura gestual. As palestras abordarão os temas “Teste de Longa Duração de Libra”, “FPSO Virtual”, “Redução de Custos em Sistemas Submarinos” e “Petrobras Transporte: Segurança em Dutos”.

A Petrobras é patrocinadora principal da OTC Brasil e da Rio Pipeline.
Tecnologia do Blogger.