Câncer tem cura. Previna-se

Programa inclui Baixo Guandu no fundo de R$ 40 milhões para crédito aos pequenos negócios

O prefeito Neto Barros foi a Linhares aderir ao programa da Fundação Renova

Para fomentar o desenvolvimento econômico e social dos municípios ao longo da bacia do Rio Doce, a Fundação Renova lançou o Desenvolve Rio Doce, um fundo de financiamento de capital de giro com recursos de R$ 40 milhões. A iniciativa, que oferece condições especiais de prazo e taxa de juros, resulta de um acordo entre a Fundação Renova, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).
 
Segundo o líder das ações de desenvolvimento econômico da Fundação Renova, Paulo Rocha , o fundo pretende incentivar os negócios locais. “A proposta estimula a geração de empregos formais e o crescimento de empresas nestes municípios e entorno”, afirma.
 
No Espírito Santo, serão atendidos os municípios de Linhares, Colatina, Marilândia e Baixo Guandu. O Bandes prevê financiamento médio de R$ 20 mil. Com o aporte inicial de R$ 10 milhões, será possível atender a um universo de 500 empresas. Nos dois estados (MG/ES), o retorno dos recursos, resultante da quitação das prestações, financiará novos empréstimos.
 
O Prefeito Neto Barros esteve esta semana na cidade de Linhares, assinando a adesão de Baixo Guandu ao programa da Fundação Renova, na expectativa de que a cidade tenha amplo acesso aos recursos colocados à disposição para dinamizar o pequeno e ao micro empreendedor locais.

 
Inscrições


No Espírito Santo, as inscrições devem ser feitas com consultores do Bandes presentes nos quatro municípios. Depois da prospecção, a próxima etapa é o cadastro. Com a documentação correta, o processo segue para análise e aprovação. Após a conclusão, o recurso será liberado em até 15 dias. Mais informações no site www.bandes.com.br
Tecnologia do Blogger.