Rodoviários recebem orientação para combate ao assédio sexual nos ônibus



Motoristas, cobradores, fiscais, agentes da Ceturb-GV e trabalhadores das garagens das empresas de ônibus começaram a receber orientação sobre assédio sexual dentro dos ônibus e terminais, nesta quarta-feira (29), quando aconteceu a palestra inaugural sobre o tema, dentro da campanha do Governo do Estado para combater a violência contra a mulher.
 A campanha “Só quem é mulher sabe, mas todo mundo pode ajudar” prevê ações organizadas pelo Sest/Senat, com participação da Ceturb e da Sesp, com palestras e distribuição de material alusivo à campanha. Na palestra inaugural, no auditório do Sest/Senat, em Cariacica, cerca de 120 motoristas e cobradores estiveram presentes. Posteriormente, de forma rotineira, essas palestras serão levadas às garagens e aos terminais de integração do Transcol para que se atinja o maior número possível de rodoviários.
 O diretor-presidente da Ceturb-GV, Alex Mariano, fez a abertura do treinamento, ressaltando que toda a sociedade deve praticar a empatia e se colocar no lugar de quem sofre assédio: “Pode acontecer com sua mulher, sua filha, sua irmã, sua mãe. É dever de todos nós não deixarmos essa conduta de assédio dentro dos ônibus persistir”.
 A diretora de Operações da Ceturb-GV, Rosane Giuberti, falou para os rodoviários sobre o conceito da campanha contra assédio nos ônibus e sobre a importância do engajamento da categoria. Em seguida, foram apresentados os três vídeos da campanha, em que três mulheres dão seus depoimentos reais sobre assédio sofrido dentro do transporte público.
 O Sest/Senat, que é responsável pelos cursos especializados de formação de motoristas e cobradores, vai inserir, permanentemente, ao final de cada curso, palestras sobre o tema no Módulo de Relações Interpessoais, que faz parte da grade curricular.
 Representado a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), a delegada Natália Tenório esclareceu sobre as posturas que podem ser adotadas por qualquer pessoa que presencie assédio e forneceu orientações e informações de aspecto legal sobre condutas envolvendo assédio sexual nos transportes coletivos de passageiros.
 “É importante que o motorista ou o cobrador tranquilize a vítima e acione o 190 para passar as informações iniciais sobre o caso. Mas todos nós somos responsáveis por mudar esse tipo de comportamento, denunciando, não deixando acontecer”, ressaltou a delegada.
 A Ceturb, em conjunto com os Consórcios Operadores do Sistema Transcol, e o GVBus vão promover o engajamento dos profissionais para que as informações cheguem ao maior número de trabalhadores e sejam amplamente disseminadas, criando um círculo virtuoso de respeito e colaboração diante de situações de constrangimento à mulher.
 As palestras também serão levadas a profissionais dos Sistemas Municipais, por meio do Setpes, e também do sistema rodoviário intermunicipal, cujos dirigentes já manifestaram interesse. O diretor-presidente da Ceturb-GV, Alex Mariano, disse que vai se empenhar em levar essas orientações a motoristas de todo o Estado.
 A palestra inaugural contou ainda com a participação da diretoria e de funcionários da Ceturb-GV, do GVBus, dirigentes dos consórcios e da secretária de Comunicação, Andréia Lopes.

Próximas ações:

Blitze educativas nas garagens

Equipe do Sest/Senat vai percorrer as garagens periodicamente para abordagem dos profissionais, no ambiente de trabalho. O cronograma será elaborado em conjunto com as empresas consorciadas;

Blitze educativas nos terminais
Equipe do Sest/Senat vai percorrer os 10 Terminais de Integração de Passageiros da Grande Vitória, periodicamente para abordagem dos profissionais no intervalo de trabalho. O cronograma será elaborado em conjunto com a Ceturb;

Formação continuada no Cursos de Formação e Atualização
Equipe do Sest/Senat vai incluir a palestra sobre o tema ao final dos Cursos de Formação e Atualização de Motoristas de Transporte Coletivo de passageiros.

Tecnologia do Blogger.