Estácio chega na final do Prêmio de Jornalismo Cooperativista com três estudantes

A premiação acontece nesta sexta-feira (1/12), no Ilha Shows, e o vencedor da categoria que os alunos participam leva R$ 3.300,00.



O 11ª Prêmio de Jornalismo Cooperativista chegou na fase final. Quando criado, o objetivo era aproximar o cooperativismo da imprensa do Estado, para estimular a produção de matérias bem desenvolvidas e ricas em detalhes sobre o cooperativismo. O Prêmio envolve seis categorias: rádio, televisão, fotografia, web, cinema, impresso e o voto popular. A premiação ocorre na noite desta nesta sexta-feira (1/12), em Vitória.

Desde o ano passado foi acrescentada a participação de estudantes que, de primeira, foi considerado um sucesso pela grande adesão de universitários capixabas. E esse ano, a Faculdade Estácio, em Vitória, chegou em peso na decisão do Prêmio. Entre os finalistas, estão três alunos da Estácio. São eles Matheus Zardini, Marco Suel e Renata Teixeira.

Matheus participa do Prêmio com a matéria “Cooperativismo e Sustentabilidade”. O texto feito pelo jovem mostra a iniciativa de uma Cooperativa que quer fazer o reflorestamento no ES, construindo edifícios com espécies variadas de árvores. A ação ainda possibilita que pessoas comprem árvores desse investimento para obterem lucro quando a madeira for vendida.

O outro finalista pela Estácio, é Marco Suel, que apresenta um assunto interessante: “Empoderamento e café: a força da mulher no agronegócio”. A matéria mostra que, antes, o que era dominado pelo sexo masculino, hoje, não é mais assim. As mulheres da Cooperativa Agropecuária Centro Serrana estão empenhadas no segmento e apresentam resultados positivos dentro e fora da lavoura.

Para fechar o time de finalistas que a Estácio emplacou na final do Prêmio de Jornalismo Cooperativista 2017, Renata Teixeira conta a história de uma pequena Cooperativa de agricultura familiar criada em Paraju, região Serrana do Estado. No início, eram apenas 36 cooperados. Hoje, são 210 colaboradores. Esse crescimento fez a comercialização dos produtos aumentarem, melhorando a vida dessas famílias.

Se superando a cada edição, o Prêmio de Jornalismo Cooperativista desse ano conta com uma premiação melhor que a de edições anteriores, pagando ao vencedor o valor de R$ 7 mil, R$ 4.9 mil para o vice e R$ 3.3 mil para o terceiro colocado. No voto popular, a quantia é a mesma que a do vencedor e, para a categoria estudante, o prêmio equivale ao valor do terceiro lugar.
Tecnologia do Blogger.