Header Ads


LEIA APÓS O ANÚNCIO
As 272 famílias em situação de vulnerabilidade social, cadastradas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros Porto Novo, Padre Gabriel, Campo Verde, Alto Mucuri e Campo Grande, receberam na última quinta-feira (12), cerca de 20 toneladas de gêneros alimentícios do Banco de Alimentos Josué de Castro, em Jardim América. A entrega dos alimentos é a primeira do ano e é resultado de uma parceria das secretarias de Desenvolvimento Social (Semdes) e de Agricultura e Pesca (Semap), por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

As famílias receberam uma variedade de alimentos, como frutas, legumes, folhas, chá, pão, fubá, inclusive, de qualidade orgânica, e até bolo caseiro. As entregas são realizadas quinzenalmente.
“Esta ação é maravilhosa, é uma graça que Deus nos dá, utilizando a Prefeitura. Tenho sete filhos, que são casados, e vivo sozinha. Como tenho problemas de saúde, não posso trabalhar e ainda não consegui me aposentar. Não sei como seria se não recebesse estes alimentos”, contou Thelma Maria de Almeida, de 62 anos, residente em Cariacica-Sede.
Por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) a Semap compra gêneros alimentícios diretamente de produtores da agricultura familiar de Cariacica e depois os doa a 15 entidades socioassistenciais do município (Reame, Apae, Casa de Apoio, Orfanato Cristo Rei, entre outras) e às famílias cadastradas pelos CRAS, por meio do Banco de Alimentos/Semdes. As entidades receberam os alimentos na quarta-feira, 11.
Desempregados
É a quarta vez que a dona de casa Yane Ferreira de Jesus, de 35 anos, vai ao Banco de Alimentos. Mãe de três filhos, a mais nova de apenas dois anos, Yane contou que tem vivido graças ao que recebe do banco e do Cras.
“Eu e meu marido, que é pedreiro, estamos desempregados há mais de dois anos e agora ele vive de bicos. Mas não tem aparecido muita coisa para se fazer. Morávamos de aluguel e tivemos que sair depois de ficarmos quatro meses sem pagar ao proprietário. Mas graças a Deus meu sogro nos deixou morar em uma casa de dois cômodos em Cariacica e assim não fomos parar na rua. Ainda bem que recebemos esta ajuda, porque a nossa situação está difícil”, comentou Yane.
Atendimentos
Os recursos do PAA são na ordem de R$ 1.137.000,00 e depositados diretamente na conta do agricultor. São 300 agricultores cadastrados no programa, sendo 230 do município de Cariacica e 70 de outros municípios, como Iconha, Santa Leopoldina e Domingos Martins. “Compramos em outros municípios alimentos que não são produzidos pelos agricultores de Cariacica. Realizamos cerca de 30 mil atendimentos por ano, entre entidades e famílias em vulnerabilidade social”, explicou Antônio Cesquin, secretário de Agricultura e Pesca.
A secretária de Desenvolvimento Social, Cristina Elmor, informou que a próxima entrega será no dia 25 de janeiro com previsão de distribuir cerca de 30 toneladas de alimentos. “A Prefeitura entrega vários produtos, desde verduras e ovos caipira, a iogurtes e ricota. Beneficiamos os agricultores, entidades e às famílias”, resumiu.
Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)
Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma ação do Governo Federal para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar. Para isso, o programa utiliza mecanismos de comercialização que favorecem a aquisição direta de produtos de agricultores familiares ou de suas organizações, estimulando os processos de agregação de valor à produção.
Tecnologia do Blogger.