Header Ads


LEIA APÓS O ANÚNCIO
Parece até filme de comédia, mas uma moradora de Aracruz, quase foi presa após postar nas redes sociais, que os enfermeiros do Hospital Sílvio Ávidos, em Colatina, não prestaram o atendimento a uma senhora que chegou com AVC, pois estavam vendo o futebol na televisão da recepção. Kesia Loureiro estava com a sogra em Ibiraçu, mas precisou transferir a senhora, pois o quadro havia piorado.

“Chegamos ao Hospital Sílvio Ávidos às 20h40min, ela está com AVC, já paralisou todo o lado direito do corpo e não fala. Estamos no corredor ate agora, meia noite e meia. 10 minutos é muito no caso dela. Ela precisa de medicamentos e estávamos esperando os atender terminarem de ver o jogo”, informou Kesia.

Foi então que ela decidiu tomar outra atitude, publicar nas redes sociais o descaso dos atendentes, já que a situação ali era muito grave. “Será que o futebol é mais importante que a saúde?”, começa Kesia em seu post nas redes sociais.

Os funcionários do hospital alegaram que, Kesia não poderia ter feito aquela foto, pois eles poderiam perder o emprego e por isso pediram que ela apagasse o post.

A Polícia Militar foi acionada, após os funcionários do hospital terem visto a publicação nas redes. Kesia conta que o policial pegou os dados da mesma e que ela teria que o acompanhar até a delegacia, ao qual ela se recusou, pois não poderia deixar a sogra em estado grave, sozinha no local. Ele foi acompanhado da enfermeira e de outro atendente, a fim de prestarem a queixa.


Após a confusão os atendentes voltaram a atender os pacientes que chegavam ao local em busca de socorros médicos. 

A enfermeira que prestou queixa não quis dar nenhuma declaração e Kesia não teve acesso ao Boletim de Ocorrência. 
Tecnologia do Blogger.