Leia após a publicidade




Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) subiu 0,7 ponto na passagem de dezembro do ano passado para janeiro de 2018 e chegou a 59 pontos, divulgou nesta sexta-feira (19) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na pesquisa, resultados acima da linha divisória dos 50 pontos indicam otimismo.
Com a alta, o Icei deste mês é 8,9 pontos maior do que o observado no início de 2017, já que naquele mês foi de 50,1 pontos. “A confiança do empresário é a maior desde abril de 2011, quando o índice registrou 59,5 pontos”, destacou a entidade patronal.
Na separação por setor, a indústria extrativa é a mais otimista. O ramo tem um Icei de 60,5 pontos, seguidos pela indústria de transformação, com 59,3 pontos e a indústria de construção, com 57,2 pontos.
Na segmentação por porte, as grandes empresas são as com melhores expectativas. O Icei das grandes companhias foi de 61,1 pontos neste mês, enquanto as médias indicaram um Icei de 57,6 pontos e as pequenas tiveram um resultado de 55,9 pontos.
Foi a expectativa para o futuro que puxou o Icei para cima, já que o indicador que mede as condições atuais foi de 53,1 pontos frente aos 62 pontos do componente do Icei que trata das projeções para os próximos seis meses.
Tecnologia do Blogger.