Leia após a publicidade

Após três altas consecutivas, confiança do empresário registra 115,2 pontos

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) de Vitória, divulgado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do ​Estado do Espírito Santo (Fecomércio-ES), apresentou a primeira baixa após três altas consecutivas nos meses de setembro, outubro e novembro de 2017. Com uma leve retração, o mês de dezembro registrou 115,2 pontos, com um recuo de 1,4%.

Os três subíndices calculados obtiveram pequenos recuos, são eles: o que avalia as condições atuais do empresário do comércio (ICAEC) obteve uma retração de 3,5% em relação ao mês de novembro, e permaneceu na zona negativa (abaixo de 100 pontos), com 86,7 pontos; o de investimento do empresário do comércio (IIEC) também apresentou recuo de 1,6%, atingindo 103,8 pontos; já o de expectativas dos empresários do comércio (IEEC) para os próximos meses sofreu retração de 0,2%, atingindo o nível de otimismo com 155 pontos.

Mesmo com os recuos, os resultados apresentam nível de satisfação. Observa-se uma tendência de crescimento da confiança do empresário do comércio nas condições econômicas do país em melhorar muito (35,7%), já a condição atual do setor do comércio (38,2%) e da empresa (39,3%) é considerada melhora moderada para os próximos meses. O mesmo cenário de otimismo moderado está no subíndice das expectativas sinalizando para a economia brasileira (49,6%), do comércio (48,4%), da empresa (50,0%) e de contratação de funcionários (57,9%), o que tem aumentado o nível de investimento das empresas (44,0%), indicando três altas consecutivas.

Para o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, o aumento da confiança está fortemente baseado na melhora das expectativas para os próximos meses: “À medida que a confiança dos empresários aumenta, haverá mais disposição para investimento e contratação. Dessa forma, o desemprego, que é um dos principais fatores para que a intenção de consumo das famílias continue baixa, poderá diminuir de forma gradativa”, explica.

Brasil

O ICEC apurado para o Brasil atingiu 109,2 pontos no mês de dezembro, apresentando alta de 1,4% na série com ajuste sazonal em comparação com o mês anterior e permanece na zona de otimismo.  As melhoras progressivas das condições econômicas e das vendas de fim de ano favoreceram o aumento da confiança do empresário no mês.

Nota Técnica

A Pesquisa do Índice de Confiança dos Empresários do Comércio (ICEC) é realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em âmbito nacional e disponibilizada às Federações para a elaboração das análises estaduais. O ICEC é um indicador com capacidade de medir a percepção dos empresários do comércio sobre o nível atual e futuro da economia, do setor e da empresa, bem como a propensão a investir. Trata-se de um indicador antecedente de vendas a partir do ponto de vista dos empresários comerciais. A pesquisa é realizada com uma amostra de, no mínimo, 175 empresas localizadas no município de Vitória – ES. O indicador quantitativo varia de 0 a 200 pontos. O índice 100 demarca a fronteira entre a avaliação de insatisfação e de satisfação dos empresários do comércio: abaixo de 100 pontos diz respeito à situação de pessimismo, enquanto acima de 100 encontra-se a situação de otimismo.
Tecnologia do Blogger.