Leia após a publicidade


Os deficientes visuais e pessoas de baixa visão terão uma nova ferramenta para facilitar o acesso aos horários das linhas de ônibus do sistema Transcol. Na manhã desta terça-feira, a Ceturb assinou um convênio com o Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (PRODEST) e o Instituto Luiz Braille do Espírito Santo (ILBES) para viabilizar o desenvolvimento de um aplicativo para melhorar o deslocamento desses passageiros.
A iniciativa partiu de uma comissão do Instituto Braille e aceita pelo Governo do Estado. Elizabeth Mutz, presidente do ILBES, afirma que 16 mil capixabas declararam ter baixa visão de acordo com o Censo do IBGE. “Na Grande Vitória, com certeza mais de mil pessoas serão beneficiadas. Eu acredito que depois desse aplicativo vamos ter mais independência para acessar as linhas. Hoje a gente tem um pouco de dificuldade para acessar pela internet. Mas com essa melhoria, vai ser totalmente acessível. Eu creio que o aplicativo vai viabilizar nosso deslocamento pela Grande Vitória. Vamos conseguir nos programar melhor na hora de sair para nossos compromissos”, destaca Elizabeth.
De acordo com Alex Mariano, diretor da Ceturb, o objetivo principal é facilitar a mobilidade dos deficientes visuais e fazer com que eles tenham autonomia no momento de buscar informações sobre as linhas de ônibus. Ainda segundo Alex, o aplicativo deve entrar em funcionamento em um prazo de seis meses, mas, antes, a plataforma irá passar por uma fase de testes. Paulo Coutinho, diretor da PRODEST, explicou como irá funcionar a parceria. “Temos um plano de ação e em até vinte dias será montada a equipe de atuação. Existe uma comissão do Instituto Braille que vai acompanhar esse desenvolvimento. É uma ação importante que nos ajuda muito. Eles já deram algumas ideias sobre avisos sonoros. Vamos usar todo esse conhecimento deles para desenvolver a ferramenta”, disse Coutinho.
O Instituto Luiz Braille do Espírito Santo
O Instituto Luiz Braille do Espírito Santo é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, voltada a melhorar a qualidade de vida dos deficientes visuais de todo o estado do Espírito Santo. Fundada em dezembro de 1953, a instituição presta serviços de assistência social, artística, intelectual e saúde às pessoas com deficiência visual no Estado.
Tecnologia do Blogger.