Leia após a publicidade

Os festejos de Carnaval no Brasil começam em Vitória neste final de semana, com os desfiles das escolas de samba dos grupos A e Especial e, também, com novas e tradicionais agremiações fazendo bonito no Sambão do Povo.
Os desfiles das escolas do Carnaval de Vitória começam nesta sexta-feira (2), às 21 horas, com a apresentação do Grupo A. A campeã garantirá vaga no Grupo Especial no próximo ano, desfilando no sábado.
Vão brigar pelo título e pelo acesso as escolas Unidos de Barreiros, Tradição Serrana, Independentes de São Torquato, Rosas de Ouro, Imperatriz do Forte, Chegou o que Faltava e Chega Mais. Cada agremiação terá que desfilar no tempo mínimo de 45 e máximo de 55 minutos.

Grupo Especial

Os desfiles das gigantes do Grupo Especial começam às 22 horas de sábado (3). O primeiro sinal verde será para a Andaraí e, seguindo a ordem, Novo Império, Unidos da Piedade, Boa Vista, Mocidade Unida da Glória (MUG), Pega no Samba e Unidos de Jucutuquara.
O tempo de desfile de cada escola na avenida será de, no mínimo, 50 minutos, e, no máximo, de 60 minutos. A última colocada descerá para o Grupo A em 2019, desfilando na sexta-feira.

Novas e tradicionais escolas

As agremiações filiadas à Federação Capixaba das Escolas de Samba (Fecapes), formada por novas e tradicionais escolas, também vão se apresentar no Carnaval 2018, fechando os desfiles nos dois dias de evento.
Na madrugada de sábado (3), entram na avenida, após a última agremiação do Grupo A, a Império de Fátima e a União Jovem de Itacibá, enquanto a Unidos de Eucalipto e a Mocidade da Praia se apresentam na madrugada de domingo (4), após a última escola do Grupo Especial.

Movimentação

De acordo com o Observatório do Turismo da Prefeitura de Vitória, o Carnaval 2017 teve 17.674 foliões desfilando em 15 escolas, público estimado de 60 mil pessoas e R$ 13 milhões em movimentação financeira durante o evento, além de 61,5% de ocupação hoteleira nos dois dias de desfiles.
O levantamento apontou ainda que as 15 agremiações contrataram 1.124 empregados, contando com a ajuda de 674 voluntários, e gastaram para realizar o espetáculo cerca de R$ 7,13 milhões.

Ônibus

Os foliões poderão contar com um esquema especial de ônibus elaborado pela Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) para voltar para casa. 
A partir da zero hora dos dois dias de desfiles, as viagens extras criadas especialmente para o Carnaval de Vitória 2018 terão início e vão até o fim da demanda, no final da madrugada. O ponto de ônibus provisório ficará no canteiro central que fica antes da rodoviária de Vitória, no sentido Santo Antônio - Centro, na avenida Robert Ewald.
Fiscais da Setran ficarão no ponto orientando os passageiros e planejando, junto com os motoristas dos coletivos, os itinerários dos carros, de acordo com os destinos dos passageiros e quantidade de demandas.
Além dos ônibus extras, os coletivos noturnos, também conhecidos como “bacurau”, vão funcionar normalmente, por meio das linhas 130, 160 e 210, passando nas proximidades do Sambão.

Táxis

A Setran definiu ainda dois locais para pontos de táxis: um na altura do Carmélia e outro na área de dispersão do Sambão, em frente ao antigo Cais do Hidroavião. Serão 20 vagas de táxis em cada um dos pontos.
Os serviços estarão disponíveis a partir das 20 horas, tanto na sexta-feira (2) quanto no sábado (3) . Os fiscais da Setran estarão a postos para orientar os passageuros e garantir a qualidade dos serviços.

Segurança

Noventa e oito agentes de proteção comunitária e 116 agentes de trânsito da Guarda Civil Municipal estarão distribuídos, nos dois dias de folia, nos principais pontos de acesso ao Sambão, áreas de revista e diversos setores, proporcionando segurança a todos que forem à festa. A unidade móvel de videomonitoramento da Guarda também estará presente no evento.

Limpeza

Para os dois dias, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos (Semmam) preparou um mutirão de limpeza para a área externa do Sambão. No sábado (3), três equipes com dois caminhões-pipa, dois caminhões compactadores e um caminhão-baú farão a limpeza do entorno do complexo e da orla da baía.
Já no domingo (4), serão quatro equipes e mesmo número de veículos para deixar a área externa do local limpa.

Ambulantes

Fora da área do Sambão do Povo, os fiscais de posturas da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade (Sedec) vão organizar o comércio ambulante para evitar que profissionais não cadastrados atrapalhem a passagem de pedestres ou comercializem produtos não autorizados. Dentro do complexo, a atuação dos ambulantes ficará sob a responsabilidade da Liga que organiza o carnaval, a Liesge.

Carnaval 2014 - Avenida e Arquibancada

Carnaval 2017 - Escola de Samba Boa vista

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.