Header Ads


LEIA APÓS O ANÚNCIO
O Espírito Santo foi o sétimo estado com mais contratações
Foto: Pixbay

O ano de 2018 começa com boas notícias no campo. O Espírito Santo ficou na sétima posição (+0,45%) dentre os estados brasileiros na lista de contratações para trabalho no campo, superando a média do Brasil (+0,20%). A atividade agrícola que mais se destacou na geração de postos de trabalho em janeiro/2018 no Espírito Santo foi o cultivo de café (102 vagas).

Como parte da economia do país, o agronegócio vê com bons olhos a retomada dos investimentos e das contratações. O saldo entre contratações e demissões em janeiro é de 70. O número é bem melhor do que o registrado em dezembro de 2017, quando ficou em -516. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Espírito Santo (Faes), Júlio Rocha, o índice é positivo e indica perspectivas de avanço para o campo. “Se o produtor fosse seguir a lógica do mercado, o número de contratações seria menor, mas ele é um otimista por natureza. O produtor sempre acredita que a crise é uma oportunidade de crescimento. Depois de um período de chuvas que prejudicou a produção, seguida por um período de seca nunca antes visto e baixa produtividade, muitos acabaram não tendo renda. Ainda assim vimos crescimento no número de empregos”, diz

Brasil

A agropecuária foi o setor com terceiro melhor desempenho no mercado de trabalho em janeiro/2018. Ao todo, foram 1.284.498 admissões e 1.206.676 desligamentos, o que resultou na abertura líquida de 77.822 postos de trabalho e ampliou em 0,21% o estoque de vagas frente a dezembro de 2017. Em 12 meses, o acréscimo foi de 83.539 postos de trabalho. Isso representa um aumento de 0,22% no estoque de empregos frente aos 12 meses encerrados em janeiro de 2017.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.