Leia após a publicidade

Na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o Banco Central apontou que pode voltar a reduzir a taxa básica de juros, a Selic, em maio, quando o colegiado volta a se reunir. Atualmente, essa taxa está em 6,5% ao ano, o menor patamar da história.
“O Copom decidiu, portanto, sinalizar que, para a próxima reunião, uma flexibilização monetária moderada adicional se mostra adequada sob a ótica atual”, diz o documento, que foi divulgado nesta terça-feira (27) pela instituição. Os diretores do BC ressaltaram que isso deve ocorrer caso as atuais condições se mantenham.
Diante da confirmação desse cenário, o BC apontou que os cortes na Selic devem ser interrompidos a partir de junho. “Para reuniões além da próxima [maio], salvo mudanças adicionais relevantes no cenário básico e no balanço de riscos para a inflação, o Comitê vê como adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária”, explica.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.