Leia após a publicidade


A Petrobras informa que executou estratégia de hedge protetivo de parte de sua produção de óleo prevista para o ano de 2018. As operações foram realizadas ao longo dos meses de fevereiro e março, em volume equivalente a 128 milhões de barris de óleo. Foram adquiridas opções de venda com preço de exercício referenciado na média das cotações do petróleo tipo Brent daqueles meses até o fim de 2018, com custo médio de US$ 3,48 por barril e preço de exercício médio em torno de US$ 65/barril. O vencimento das opções se dará no fim do ano.

A operação visa proteger parcela da geração operacional de caixa projetada pela companhia para o ano de 2018, garantindo um nível de preço mínimo para o volume de produção objeto da operação sem, entretanto, travar o preço caso a cotação média do Brent no ano supere o valor de referência. Assim, há proteção nos cenários de baixa dos preços e continua havendo fruição dos preços mais elevados nos cenários de alta do Brent.

Conforme informado nas Demonstrações Financeiras de 2017, a Petrobras mantém a preferência pela exposição ao ciclo de preços, mas a execução de estratégia de proteção ocasional com derivativos pode ser aplicável de acordo com o ambiente de negócios e das perspectivas de realização do Plano de Negócios e Gestão. Dessa forma, a operação realizada visa reduzir o impacto negativo na geração de caixa da empresa nos cenários de preço mais adverso, aumentando o grau de confiança da estratégia de desalavancagem.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.