Leia após a publicidade

Nesta segunda-feira (26), o Presidente da Câmara dos vereadores de Aracruz, Alcântaro Filho, como de costume fez sua transmissão ao vivo em seu perfil no Facebook. Nela ele informou que ao pedir explicações sobre servidores terem ido fazer cursos em Foz do Iguaçu, o secretário de suprimentos Ivan Pestana, assim como no caso da saúde, foi irônico e agiu com descaso ao pedido. "Pedimos informações sobre o por que mandaram servidores para fora sendo que, aqui tem cursos também e se realmente a esposa foi com o dinheiro público, sendo que estamos em contenção de gastos.

Além disso, Alcântaro mencionou que várias licitações na Prefeitura estão paradas, por causa do entrave que é de responsabilidade da Secretaria de Suprimentos. Sendo assim, ele juntamente com os vereadores presentes à sessão de hoje assinaram o pedido conjunto de exoneração do secretário Ivan Pestana.

O parlamentar falou também, sobre a violência, que levou várias pessoas ao hospital, no último domingo (25), após o jogo entre Aracruz e Rio Branco. 71 policiais militares faziam a guarnição no local, mas isso não impediu que o ex-vereador João Kinkas fosse agredido. João e o filho Júlio se dirigiam para o carro, que estava estacionado atrás do estádio, quando alguns torcedores pediram a camisa do filho de João, que ao entregar foi agredido pelos mesmos.

O pai de Júlio, então entrou na frente em defesa do filho e recebeu os golpes que o levaram para o hospital. Outros torcedores também foram agredidos com socos e pauladas. Após terem sido atendidos, as vítimas prestaram queixa na delegacia, relatou Alcântaro. 

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.