Leia após a publicidade

O novo Aeroporto de Vitória está com inauguração marcada para a próxima quinta-feira (29). De acordo com informações do Governo do Estado, o presidente da República, Michel Temer, estará presente na cerimônia, com previsão de início para as 11 horas.
Para os passageiros e demais usuários, o novo terminal do aeroporto deve ser aberto à zero hora da sexta-feira (30). De acordo com a Infraero, todas as atividades envolvendo voos comerciais regulares serão realizadas nas novas instalações.
O acesso para a inauguração e para as atividades do terminal será feito exclusivamente pela avenida Adalberto Simão Nader, e não mais pela avenida Fernando Ferrari, como é feito atualmente para chegar ao antigo terminal.
A Infraero informou que a partir desta programação, o antigo terminal não vai mais receber embarques e desembarques das companhias aéreas, que também desativarão seus postos de atendimento. Não será realizado qualquer tipo de transporte entre os terminais, cabendo ao passageiro chegar às novas instalações.

A ampliação do Aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória, é de responsabilidade do Governo Federal e foi retomada em junho de 2015, após várias paralisações. O investimento total é de R$ 523,5 milhões. O novo aeroporto elevará a capacidade de transportar passageiros/ano, que poderá chegar a 8,4 milhões.
Nova pista:
A nova pista do Aeroporto de Vitória terá a extensão de 2058m x 45m. Para efeito de comparação, a pista atual possui 1750m x 45m.
De acordo com a Infraero, nem todo pouso ou decolagem será realizado no sentido do mar. Eventualmente, a utilização da nova pista dependerá de fatores operacionais, como a predominância de vento, que determinam rotas de chegada e partida e uso de cabeceira. Assim, as operações poderão ocorrer na pista nova ou na atual.
Outra novidade é que o Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (NOTaer) ganhará uma base operacional integrada e com infraestrutura modernizada e ampliada, que será construída no novo aeroporto.
A nova sede será totalmente integrada ao Centro Integrado Operacional de Defesa Social (CIODES), onde já se concentra a coordenação operacional das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), Guarda Municipal e Polícia Rodoviária Federal

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.