Header Ads





Leia após a publicidade


No período pós-ditadura militar, um homem imerso pelo sentimento de culpa vive em clausura sob a tutela da família. Esse é o tema da peça teatral “Os sequestrados”, em cartaz no Palácio da Cultura Sônia Cabral, de quinta-feira (26) a sábado (28), sempre às 19h. O espetáculo é fruto de uma parceria entre a Edilamar Fogos Produções com o Grupo Seis e Meia e contará com uma oficina de interpretação no dia 28, das 14h às 17h.
Os sequestrados busca mostrar as relações de uma família presa as tradições após ter apoiado a ditadura militar. Na encenação, a peça mistura as linguagens do cinema e do teatro, permitindo aos atores levar o público a construir sua própria interpretação das cenas. O elenco é composto por Adonel Junior, Carol Bandeira, Max Goldner e Raquel Camatta.
A obra dialoga com pesquisa feita acerca da vida e dos questionamentos do escritor Jean Paul Sartre – onde o homem é o responsável por tudo aquilo que está à sua volta – e com análise do trabalho do diretor de cinema Rainer Werner Fassbinder – onde se origina o recurso do melodrama utilizado na peça.
Foi escrita pelo dramaturgo Dell Freire, sob tutoria do paulista Samir Yazbek, após aprovação no Edital de Seleção de Projetos nº 019/2012 - Desenvolvimento de Texto Literário, no Gênero Dramaturgia, por meio do Funcultura  (Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo). 
A peça teatral foi aprovada via Instrução Normativa 001/2017 com direção e iluminação de Vinicius Conti, produçãode Edilamar Fogos, cenografia e designer gráfico por Max Goldner, figurino por Colette Dantas e fotografia por Eder Werneck. Texto Dell Freire.
Oficina
No dia 28, das 14h às 17h, será realizada a oficina “Hiperdramatização da cena ao cinema”, a qual trata da utilização de métodos e técnicas de interpretação de cinema no uso da cena teatral.  A oficina é parte do laboratório utilizado na criação do espetáculo “Os sequestrados”. O público-alvo são maiores de 14 anos, com experiência no teatro.
A participação é gratuita e as inscrições podem ocorrer pelo link (https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeedWsrAGKOyOChzURP0mCq2TxBSaoq9reQ4AprvQIUiQ_d6w/viewform) ou pelo telefone 27 99982-3907.
Chamada Pública de ocupação do Palácio Da Cultura Sônia Cabral
Espetáculos de teatro, música e dança foram selecionados, via Instrução Normativa, para se apresentarem no palco do Palácio da Cultura Sônia Cabral, no Centro de Vitória, até julho/2018. A seleção foi feita por uma comissão de pauta, que levou em conta a relevância do projeto, o potencial de realização da equipe envolvida e o efeito multiplicador que ele desenvolve.
O resultado final foi publicado no Diário Oficial dia 16 de março e pode ser lido no site da SECULT (www.secult.gov.es). “O processo de seleção passou por várias etapas e foi feito de forma transparente. A comissão selecionou produções de qualidade para o público capixaba, englobando música, teatro e dança”, transitando do clássico ou popular declarou a diretora do Teatro Carlos Gomes, Charlene Bicalho. A comissão de pauta foi formada por Charlene Bicalho, Rafael Schimer Francisco, Rafaela Vilela Vagmaker, Renan Cunha Araujo e Vinicius Fabio Ferreira Silva.
Palácio da Cultura Sônia Cabral aberto para visitação 
Desde início de abril, o Palácio da Cultura Sônia Cabral está recebendo escolas públicas e privadas que queiram conhecer o espaço. A agenda aberta funciona de terça a sexta, das 10h às 17h. Agendamentos podem ser feitos via o telefone 3132-8399. 

Serviço:
Local: Palácio da Cultura Sônia Cabral
Data: 26 (quinta) a 28 (sábado) de abril
Horário: 19h
Classificação: 14 anos
Duração: 50 minutos
Ingressos:
Quinta e Sexta
R$ 10 (inteira) | R$ 5 (meia entrada)
Sábado
R$ 14 (inteira) | R$ 7 (meia entrada)
Bilheteria: 11h às 18h de terça a sexta-feira e finais de semana com espetáculos

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.