Leia após a publicidade


Chancelado pela Organização das Nações Unidas (ONU), evento é uma forma de exaltar a inovação e acontece simultaneamente no mundo todo

A criatividade já tem dia: 21 de abril. Essa data foi instituída pela ONU e, para celebrar, foi constituído o Dia Mundial da Criatividade, evento que tem a intenção de reforçar e celebrar a importância da criatividade e da inovação para o desenvolvimento sustentável, reunindo atividades em 50 países e 15 capitais brasileiras. Pela primeira vez o evento acontece na capital capixaba e vai contar com um dia inteiro com atrações locais para fomentar o empreendedorismo criativo.

Para essa primeira edição serão 18 atividades espalhadas pelo Centro de Vitória. “O local foi escolhido por ser a união do antigo com a presença constante do novo. Além dos fomentos para a revitalização do bairro”, argumentou Lara dos Anjos que organiza o evento e revela que essa é a primeira de muitas edições: “Não vamos parar por aqui. Temos muito potencial de fomentar a criatividade capixaba e precisamos mostrar a nossos conterrâneos as iniciativas já existentes, por isso fizemos uma programação tão diversificada; que vai desde a gastronomia, passa pela moda, até o incentivo a coragem, que veio em modelo de oficina”, afirma a organizadora.

No Estado, essa ação promete ser um marco histórico para quem acredita no poder da criatividade para resolver os problemas deste século. Jovens profissionais, empreendedores de diferentes indústrias criativas, pensadores, especialistas em criatividade e executivos. 

Em terra espírito-santense, o evento conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e organização da empresa Atitude Inicial, que, para a ação, objetiva seguir as tendências de cidades do mundo inteiro que incentivam a importância do empreendedorismo criativo.

“A criatividade é reconhecida cada vez mais como um ativo estratégico para o desenvolvimento econômico, social e ambiental sustentáveis. Para se ter uma ideia, segundo o Fórum Econômico Mundial, a quarta revolução industrial vai destruir 5 milhões de empregos nos próximos três anos. Ao mesmo tempo, os trabalhos que envolvem imaginação, criatividade e pensamento estratégico sobreviverão, segundo a Universidade de Harvard. Não à toa, pensadores como o educador Sir Ken Robinson chamam a atenção para o atual sistema educacional afirmando que ele mata a criatividade. Por isso, decidimos desde 2014 que era hora do Brasil celebrar e incentivar a criatividade como matéria-prima essencial para o século 21. Ter o reconhecimento da ONU que estabelece um Dia Mundial da Criatividade, como uma data oficial do calendário internacional é uma conquista e motivo de orgulho para nós, que lutamos por isso há tanto tempo”, conclui o psicólogo e porta-voz do Comitê Organizador do Dia Mundial da Criatividade no Brasil.

Serviço:
- OParque
13h às 14h30: “Criatividade, inovação e intuição - o mercado craft na mira do empreendedorismo criativo”, com Julia Netto, da Dona Eva Saboaria Artesanal; Thiara Ney, do Estúdio Tuty e Talita Siqueira, da Carpelo Design Floral

15h às 17h: “Oficina de Coragem”, com NACOM 
17h às 19h: “Design de Rotinas Criativas”, com OParque e Miriam Magdala

- Guanaani Hostel 
13h às 14h30: “Arquitetura e Cidade: Relação entre bem estar urbano e criatividade”, com  Otávio de Castro, do OGA Arquitetura; Renan Grisoni, do Palete Parque e Luisa Zacche, do Estúdio Gamboa 
17h às 18h30: “Moda Consciente: É possível criar marcas sustentáveis?”, com Thais e Larissa Marouelli, da Cobé; Julia Botecchia, do Desapegue e Maria Luiza Solidade, da Maria's                                                          

- Grappino                                       
13h às 14h30: “Empreendedorismo e Despertar do Potencial Criativo”, com Sintonia            
15h às 16h30: Workshop – “O que a galera não te conta sobre desenvolvimento de coleção”, com Débora Biazutti, da Ayala  
17h e 19h: “Ascensão da cena musical capixaba: Forma de Expressão”, com Gabriela Brown; Victória Dessaune, do Fita Demo; Morena, do Solveris e Aressa Alves, da Alquimistas

- Casa de Bamba
18h às 19h30: “Moda é expressão cultural sim!”, com Karol Moreira e Quezia Valardino, da Desvios e a consultora de estilo Nayara Tognere
                   
- Mula Rouge 
13h às 14h30: “Publicidade na Encruzilhada”, com Cida Torrecillas, da Invento e Pedro Porto, MP Publicidade             
18h - 00h: “Festa Mula Black: Black music, Disco, Funky, Soul”, com DJ Zappie                                  
- LABGES (Laboratório de Inovação da SEGER, no edifício Fábio Ruschi)
9h às 10h30: “Criatividade nas Organizações”, com Marcelo Lage, da Startify; Marília Assis, Subsecretária de Estado de Inovação na Gestão e Gabriel Campos, Diretor de Criação da Criativa Comunicação Integrada 
10h30 às 12h: “Oficina de Criatividade”, com LABTar                                  

- Doca 183                                                  
17h às 18h30  “Ingredientes locais pro mundo todo”, com Vinicius Dias, do Urbanos Burgers & Bar; Marcelo, da Cervejaria Trindade; Gabriela Piccoli, do Mulher do Padre e Rafael Barbosa, do Alcides Carnes y Tragos

- Das Pretas
10h -  “COLAB é o quê, bb? - Falácias sobre os desafios de criativizar colaborativamente em tempos de colapso social e coma mercadológico”, com os empreendedores da CoLab Das Pretas.
13h - “Na favela a economia sempre foi criativa!: Um papo sobre pretitude, empreendedorismo e os desafios da economia criativa nas periferias para as periferias e das periferias para o mundo”.
15h -  “PAPO DE CALÇADA: Bate-papo - Colaboração e a atuação em rede a serviço da criatividade”
17h – “CHAMA NO CHARME: Aquele beat Charmoso pra dissipar a sensualidade criativa da galeris”.

- Casa da Stael
15h30: Bate papo "Como estar na moda com custo baixo usando a Criatividade" com a consultora de estilo Beth Caetano, a estilista e produtora cultural Stael Magesck + convidados
10h às 19h: Casa Criativa (Art wear, artes, design, culinária e artesanatos) + consultoria de moda com Beth Caetano 
Exposição de artes / Design / Art Wear de Sirlane Fernandes, Stael Magesck, Mila Lima, Renilda Duarte e Roberta Vianna 
Artesanato: Atelier Terra Livre, Atelie Arapuã, Crochê Luz do Sol.

- Outros Espaços                                                   
- Sindiappes/Galeria Virgínia Tamanini: Anexo Academia de Letras, Praça João Clímaco, Cidade Alta
14h às 19h: “Arte Urgente - Mostra de Gabi King e outros artistas capixabas”
14h às 17h -  “Desenhando e pintando a cidade: Intervenção com artistas pintando no entorno da Galeria”
17h30: “Mostra dos trabalhos produzidos na intervenção e Bate-papo sobre Criatividade e Mercado”, com Dayse Resende - Escritório de Arte
18h Oficina de Dança + Flashmob, Filipe Mageski, da Agência de Movimento, local

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.