Header Ads





Leia após a publicidade


À meia-noite desta sexta-feira (27), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) dará início à Operação Dia do Trabalho 2018, que  se estenderá até  a meia-noite de terça-feira (01).  O  objetivo é implementar reforço do policiamento e da fiscalização  de trânsito nas rodovias federais que cortam o Espírito Santo, visando, principalmente, à prevenção dos acidentes de trânsito, à fluidez do tráfego e à promoção da segurança viária.

Considerando as principais causas de acidentes com vítimas fatais, deverão ser priorizadas ações e/ou abordagens voltadas ao combate de infrações de excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens indevidas, falta do uso de cinto de segurança, trânsito no acostamento e infrações motocicletas, motonetas e ciclomotores.

Todas as viaturas de serviço estarão equipadas com medidores de alcoolemia. Por isso, a fiscalização de embriaguez nas rodovias federais poderá acontecer a qualquer momento e durante qualquer abordagem em que haja suspeita  por parte do policial.  


Haverá restrição de tráfego nos seguintes dias e horários:






Trechos que requerem maior atenção nas BRs que cortam o ES:

Serra: BR 101, km 239,9 (Bairro Nova Carapina) ao 281,7 (Pavilhão de Carapina)

Linhares: BR 101, Km 120 ao 169,7 (perímetro urbano de Linhares)

Cariacica: BR 262, Km 0 (Segunda Ponte) ao Km 8,4 (Posto 13 de Maio)

Viana: BR 101, Km 305 (Rodovia do Contorno) ao km 310 (entroncamento da BR 262 com a BR 101)


Orientações da PRF:

Velocidade Respeite os limites de velocidade estabelecidos para a via e obedeça às placas de sinalização; onde não existir sinalização ou se esta estiver prejudicada, mantenha a velocidade compatível com as condições da via. Quanto maior a velocidade, maior é o risco e mais graves são os acidentes.

Ultrapassagem Ultrapasse sempre pela esquerda e apenas em trechos permitidos.
Antes de iniciar uma ultrap  ssagem, certifique-se da distância e da visibilidade do
veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário. Se outro
veículo  o  estiver  ultrapassando  ou  tiver  sinalizado  seu  desejo  de  fazê-lo,  dê a
preferência e aguarde a vez. Sinalize toda a manobra com antecedência e não realize ultrapassagens em trechos de faixa contínua, subidas, descidas, pontes e acostamentos.  Redobre  a  atenção  ao  ultrapassar  ônibus  e  caminhões.  Por  se tratar de veículos grandes e pesados, é preciso se certificar de que há espaço suficiente para realizar uma ultrapassagem segura e ao ser ultrapassado, não acelere, não mude a trajetória do veículo e mantenha distância segura do veículo  à frente.

Álcool e outras drogas Não há viagem para quem bebe ou usa drogas e dirige. Além de ser crime, os riscos para a vida aumentam consideravelmente. Conduzir
um  veículo  nas  estradas  é  uma  tarefa  complexa  que  exige  decisões  rápidas,
seguras e responsáveis. Álcool e drogas diminuem o reflexo, provoca perturbação na visão e nos sentidos, por isso se for dirigir, não beba e nem utilize qualquer substância entorpecente.

Motocicletas Use sempre capacete. Mantenha distância das laterais traseiras  dos veículos, eliminando assim o chamado “ponto cego”. Antes de trocar de faixa de rolamento ou ao aproximar-se de um cruzamento, use os retrovisores observe atentamente local. Não trafegue próximo caminhões.  deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta. Não circule com o farol apagado, pois dificulta a  visualização da motocicleta pelos veículos que estão em sentido contrário.

Faróis Conforme norma estabelecida pelo CONTRAN,  todos  condutores deverão manter acesos os faróis do veículo, utilizando luz baixa, durante a noite e durante o dia nos túneis providos de iluminação pública e nas rodovias; pois a visibilidade do veículo aumenta consideravelmente.
A norma prevê 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa no  valor de R$ 130,16 para quem não cumprir a recomendação.

Exploração sexual Existem acontecimentos que trazem preocupações especiais
em relação à proteção de crianças e adolescentes, possíveis vítimas de crimes
relativos ao trabalho infantil, trabalho escravo e tráfico de pessoas, para fins de exploração sexual ou não. Qualquer situação suspeita deve ser denunciada pelo telefone 191, da PRF, ou pelo número 100. A ligação é gratuita.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.