Leia após a publicidade

Infecção nos ossos que também pode afetar a medula, a osteomielite é uma doença capaz de causar sérias complicações, como infecção generalizada, amputação do membro atingido e, em alguns casos, até a morte.

Essa infecção do osso, geralmente causada por bactérias ou fungos, pode acontecer tanto por contaminação direta do osso, através de um corte profundo, uma fratura ou implante de uma prótese, mas também através da circulação sanguínea, durante o curso de uma doença infecciosa, como um abscesso, endocardite ou tuberculose, por exemplo. 

O ortopedista Fabrício Nascimento Almeida, da clínica GlobalMed Vitória, explicou que os sintomas incluem dor localizada, inchaço e vermelhidão na área afetada, além de febre alta, calafrios, náuseas e vômitos. “Geralmente, a dor é muito intensa. Em crianças, provoca irritação, prostração, sonolência e comprometimento das atividades”, afirmou.

Segundo o especialista, a doença apresenta três estados clínicos: agudo, subagudo e crônico. O agudo é de até duas semanas; o subagudo e quando a doença dura de duas a seis semanas e o estágio crônico consiste na duração de mais de seis semanas. “A evolução do primeiro estágio para os demais indica que o tratamento aplicado não foi adequado ou, ainda, o tratamento instituído foi insuficiente devido, na maioria das vezes, ao  alto poder de virulência da bactéria”, informou o médico.

O tratamento inclui antibiótico e, em alguns casos, procedimentos cirúrgicos. “Se implementados de forma precoce e correta, esses tratamentos conseguem curar a doença, na maioria das vezes”, ressaltou o ortopedista Fabrício Nascimento Almeida.

Se não tratada corretamente, a osteomielite pode provocar complicações muito graves, como amputação do membro, tumores, infecção generalizada e o paciente pode até vir a óbito.

A prevenção vai desde os cuidados pré-natais e acompanhamento pediátrico após o nascimento da criança, e cuidados para evitar fraturas expostas e o tratamento precoce de outras infecções, para evitar contaminação por vias sanguíneas.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.