Header Ads


LEIA APÓS O ANÚNCIO

A campanha Maio Amarelo pretende mobilizar a sociedade e conscientizar a população da necessidade de termos um trânsito mais seguro em todo o mundo. Mas enquanto campanhas contra a combinação de álcool e direção estão cada vez mais efetivas e alcançando resultados na diminuição dos acidentes de trânsitos, outras causas de acidentes ainda precisam ser mais trabalhadas para conscientizar a população.

Dentre elas está a sonolência, que segundo o Conselho Nacional de Trânsito ocupa o segundo lugar dentre as principais causas de acidentes de trânsito e atinge principalmente os motoristas que trabalham em esquema de turno ou dirigem por mais horas seguidas do que o recomendado.

Levantamento realizado pela Concessionária Rota do Oeste – que opera no Mato Grosso – mostrou que um em cada cinco caminhoneiros já usou ou ainda faz uso de substâncias ilícitas e estimulantes. As drogas são uma alternativa para manter o motorista acordado por períodos mais longos e, assim, permitir que ele faça as viagens em menos tempo.

De acordo com a médica do sono, Jéssica Polese, o problema dos estimulantes é que eles podem deixar o indivíduo muito agitado e isso no trânsito não é uma coisa boa. “Outro fator preocupante é que a droga não perde o efeito de maneira gradual, mas sim com muita rapidez, pegando o motorista de surpresa. Ele não percebe que está ficando com sono e quando vai ver, já dormiu, porque ele já estava muito cansado e deveria ter parado de dirigir quando sentiu a necessidade de tomar os estimulantes”, explica a especialista.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.